RUSH

SPIDER 2

sábado, 25 de julho de 2015

Prédio da antiga Coletoria Estadual, no Centro de Caicó, poderá ser Mercado do Artesanato

Localizado no Centro de Caicó, próximo ao Mercado Público, o prédio onde funcionava a antiga Coletoria Estadual deverá abrigar o Mercado de Artesanato que a secretária da Habitação, Trabalho e Assistência Social, Julianne Faria, quer implantar no município, beneficiando artesãos de toda região do Seridó. Ela esteve em Caicó durante esta sexta-feira, com o vereador Leleu Fontes, onde também visitou o Castelo de Engady, a antiga Central do Trabalhador e a Central do Cidadão.
         “Eu vou conversar com o secretário de Tributação, André Aorta, para ver a situação deste prédio da antiga Coletoria e verificar a possibilidade de instalarmos nele o Mercado do Artesanato. Será um espaço onde o artesão vai comercializar seu produto com todo apoio do Governo do Estado”, afirmou Julianne Faria.
         A titular da Sethas também foi ao Castelo de Egandy após encontra-se com o monsenhor Antenor, criador do local hoje pertencente ao Governo. Foi discutida a possibilidade de fazer a Escola do Artesão, semelhante a que será construída em Natal, com cursos de capacitação e de empreendedorismo. Em seguida, Julianne Faria foi até a Central do Trabalhador, que funcionava como centro de cursos de qualificação e serviços, mas encontra-se fechada, e à Central do Cidadão. Ela finalizou a visita ao município na Casa de Cultura, onde deu entrevista à imprensa local.
         A secretária volta a Caicó na próxima semana com o governador Robinson Faria para participar dos festejos de Santana. Na ocasião, ela receberá o título de cidadão caicoense, propositura do vereador Leleu Fontes. Está na agenda também o lançamento do programa Microcrédito do Empreendedor.
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Sethas, e em parceria com a Agência de Fomento do RN (AGN) lançará o programa na próxima quinta-feira, às 10h, durante a Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (FAMUSE), na Ilha de Sant’Ana.

Nessa primeira etapa, o Microcrédito vai beneficiar os empreendedores das cidades de Caicó, Timbaúba dos Batistas, Parelhas e Acari. Na oportunidade, mais de 200 artesãos do Seridó serão beneficiados com financiamentos. A expectativa é que até o final de 2018, os recursos investidos pelo Governo do Estado no Programa cheguem a R$ 40 milhões, beneficiando cerca de 20 mil empreendedores.


Postar um comentário