quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Arqueólogos encontram bebê de 1500 anos mumificado em estado perfeito

ReproduçãoReprodução


Arqueólogos descobriram um bebê mumificado — e esse detalhe chamou muito a atenção — de mais de 1500 anos. Ele estava sepultado em uma montanha isolada na Sibéria.

A descoberta foi bastante comemorada por um fato em especial: o mistério em torno de Átila, o Huno. De acordo com a equipe que encontrou a múmia, o bebê pode ter ligação com ancestrais do famoso rei huno.

“É realmente impressionante o fato de que o bebê se mantém mumificado em estado perfeito. Isso porque ele estava em um caixão de pedra tão bem feito que criou uma câmara de ar que o isolou do mundo por 1500 anos”, afirma Nikita Konstantinov, responsável pela descoberta.

ReproduçãoReprodução


Pouco se sabe sobre o bebê mumificado até o momento. Seu sexo não foi descoberto, enquanto sua idade no momento em que foi transformado em múmia, acredita-se, era de apenas um mês. Estudos mais avançados tentarão responder perguntas ainda sem explicação.

A principal teoria em torno do bebê é a de que ele faria parte da misteriosa cultura Bulan-Kobinskaya, que teria influenciado completamente a formação do império huno.

Fonte: Yahoo Superinteressante
Postar um comentário