terça-feira, 6 de outubro de 2015

“A chamada Casa Grande anda inconsolável”, declara Fátima Bezerra

Durante plenária do movimento Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, nesta terça-feira (6), a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) convidou a população a se unir aos movimentos sociais e ajudar a pressionar o Senado a derrubar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 113/2015, enterrando de vez o financiamento empresarial de campanhas.
“É fundamental a mobilização social em todo o país, estados e municípios, com os olhos votados para o Senado, para que possamos rejeitar a PEC. A chamada Casa Grande, tanto aqui na Câmara como no Senado, que se mantém na política até hoje graças especialmente a expedientes como o financiamento empresarial de campanha, anda inconsolável”, enfatizou Fátima. Segundo a senadora, setores conservadores do Congresso, inconformados com a derrota no último dia 17, quando o Supremo Tribunal Federal considerou inconstitucional o financiamento empresarial, querem agora colocar a possibilidade na Constituição, aprovando a PEC 113/2015.
Fátima defendeu a proposta de financiamento democrático de campanha, de iniciativa da Coalizão, que é uma combinação do financiamento público e de pessoa física com limite. A senadora também elogiou a decisão do STF que, por 8 votos a 3, declarou inconstitucional as doações de pessoas jurídicas às campanhas eleitorais, e parabenizou a presidenta Dilma Rousseff que, em consonância com a decisão do Supremo e da maioria da população brasileira, ao aprovar a Lei 13165/2015, vetou o dispositivo que autorizava o financiamento empresarial de campanha.
Fátima ainda se associou ao manifesto intitulado “ Manifesto ao povo Brasileiro” da Coalizão, que reúne mais de 100 entidades sociais e é coordenado pela Ordem dos Advogados do Brasil e pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que conclama os brasileiros a apoiarem o projeto de Reforma Política Democrática e Eleições Limpas (PL 6316/2013). O manifesto pede também que os parlamentares assinem o pedido de urgência da matéria. “ A nossa luta ainda não acabou! Os políticos que querem ressuscitar o financiamento empresarial precisam saber que a população está atenta e vigilante”, destacou a senadora.
Nesta quarta-feira(7), a coordenação do movimento visitará os senadores em busca de apoio para rejeitar a PEC 113/2015.

Assessoria de Imprensa
Senadora Fátima Bezerra - PT/RN
Postar um comentário