Seguidores

boo-box

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Nélter Queiroz destaca projeto que beneficia consumidores potiguares


Crédito da foto: Eduardo Maia
 
Em pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (14), o deputado Nélter Queiroz (PMDB) abordou o Projeto de Lei de sua autoria que estabelece que as cobranças das empresas públicas e privadas do Estado sejam emitidas aos clientes com o prazo mínimo de 10 dias em relação à data de vencimento.

“Este projeto de lei é direcionado principalmente às administradoras de cartão de crédito, por exemplo, que muitas vezes enviam as suas cobranças com um prazo tão curto que quando chegam aos seus destinatários já estão vencidas. Dessa forma, iremos evitar o pagamento de multas por pagamento em atraso”, justifica Nélter.

Durante a sessão, o deputado também enalteceu a moção de agradecimento aprovada pela Câmara Municipal de Jucurutu dedicada aos funcionários da Caern e da Polícia Militar (RN) que operaram a mudança nos pontos de captação da água da barragem Armando Ribeiro Gonçalves para melhoria do abastecimento de água nos municípios da Serra de Santana. Nélter questionou a atitude do vereador da cidade, Márcio Soares, que segundo ele “tentou obstruir com o seu veículo o trabalho dos servidores da Caern para mudança dos pontos de captação da água”, afirmou.

Em resposta ao pronunciamento de Nélter Queiroz, o deputado George Soares (PR) criticou a postura dos servidores da Caern na abordagem ao espaço instalado na propriedade do vereador Márcio Soares. “A equipe da Caern foi enviada à propriedade para substituição do ponto de captação e durante a operação o vereador Márcio Soares constatou danos ao capinzal, cercas e outras estruturas da fazenda. Ele então questionou a necessidade de recuperação dos estragos provocados em sua propriedade”, argumentou o deputado, criticando a homenagem e atribuindo à questão política de Jucurutu.

Outro ponto abordado pelo parlamentar durante o pronunciamento de hoje na Assembleia foi a recente demissão do radialista Robson Pires, ex-funcionário da Rádio Rural de Caicó. O parlamentar comentou a nota de apoio emitida pelo Sindjorn e criticou os motivos que levaram à demissão do profissional. “A atitude da Rádio não condiz com o momento de democracia em que vivemos”, disse o parlamentar, externando solidariedade ao radialista.
Postar um comentário