Seguidores

boo-box

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Jovem mato-grossense de 17 anos causa polêmica com vídeos e fotos pelada em pontos da cidade

Jovem mato-grossense de 17 anos causa polêmica com vídeos e fotos pelada em pontos da cidade;  fotos
Uma jovem de apenas 17 anos tem causado polêmica nas redes sociais e em Alta Floresta, lugar em que mora com o marido. E.C.P., conhecida como ‘Tigresa’, chamou atenção por publicar fotos e vídeos seminua e nua em vários pontos da cidade. As imagens, publicadas no Facebook e nas redes sociais, tem chamado a atenção. Em alguns dos vídeos, ela ‘cobra’ melhorias no próprio município.

Leia mais:
Jovem de 17 anos é estuprada dentro de casa após ser amarrada e amordaçada

A jovem já posou em vários pontos de Alta Floresta, como: agência bancária, praças, postos de combustíveis e até em frente ao portal de entrada da cidade. Na última, ela estava vestindo apenas um roupão. Segundo as informações, o próprio marido dela, de 39 anos, é quem grava os vídeos.

Em uma das filmagens, ‘Tigresa’ explica o motivo de publicar as imagens: “O pessoal me pergunta porque eu faço vídeo pelada. Eu faço porque dá ibope, se não tiver pelada, o povo não curte, não da Ibope. Tem que fazer vídeo pelada, não pode ter medo de nada”, diz a garota.

As imagens de ‘Tigresa’ já circulam em diversos sites eróticos da internet e também em aplicativos, como o WhatsApp. Em seu perfil no Facebook, a jovem de 17 anos, recebe vários elogios e também duras críticas contra a exposição pela qual passa. Sem se preocupar, ela parece não levar em conta os comentários negativos e continua a postar os vídeos.

‘Tigresa’ concedeu uma entrevista para uma TV Local, mas a reportagem não foi exibida pelo canal. Em nota, a direção da TV informou que a pedido de telespectadores não exibirá a matéria com a jovem. Casada, ela foi emancipada pelos pais. O pai e a mãe dela aparecem em um dos vídeos, onde dizem não ter problemas com o que a filha faz.

A Polícia Civil do município já tem informações quanto ao caso e já iniciou as investigações. Enquanto isto, a mato-grossense continua postando vídeos e pedindo para os fãs criarem grupos no WhatsApp e adicioná-la. 
Postar um comentário