quarta-feira, 24 de maio de 2017

Temer convoca forças armadas e frusta movimentos que pedem as eleições diretas!

É pertinente afirmar que a situação política, financeira e econômica levou o país ao caos e insatisfação do povo brasileiro. Em razão disso, mesmo diante de uma situação caótica, eleições diretas devem comprometer ainda mais em razão da ingovernabilidade e instabilidade do mercado internacional e da economia!
Os movimentos que pedem as eleições diretas, além de ferir à carta magna da Constituição tem interesses escusos.
ENTENDA O PROTESTO DE BRASÍLIA QUE LEVOU A TEMER CONVOCAR AS FORÇAS ARMADAS!

Entenda o decreto

O decreto foi publicado em uma edição extra do "Diário Oficial da União" e é assinada pelo presidente Michel Temer, pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, e pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen.
Realizadas exclusivamente por ordem expressa da Presidência da República, as missões da GLO ocorrem nos casos em que há, segundo o Ministério da Defesa, "o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública, em graves situações de perturbação da ordem".

Ainda de acordo com o ministério, nessas ações, as Forças Armadas "agem de forma episódica, em área restrita e por tempo limitado, com o objetivo de preservar a ordem pública, a integridade da população e garantir o funcionamento regular das instituições".

Do blog: me junto a todos os brasileiros que pedem o IMPEACHMENT de Temer, mas, que seja respeitado a carta magna, no momento em que o país passa por reformas as eleições diretas não resolve o estado de cleptocracia generalizado. 

Texto: A Voz do  Povo/com informações G1
Postar um comentário