quarta-feira, 18 de abril de 2018

A prisão não é o maior obstáculo do corrupto! Voto-faxina para limpar este país das mãos dos lesa-pátria




















O texto não é apenas uma alusão ao presidente Lula, corrupção vai além dos desmandos e desvios, o país está contaminado com esse vírus, a começar de uma sociedade patrimonialista e consumista como a nossa. Quando o desejo de ser passa pela vontade de Deus e do povo, corrupção sistêmica, modelo genocida de gestão, práticas execráveis, abomináveis que aumenta o tamanho da máquina pública e fragiliza os serviços públicos.

Vamos assistir de camarote destruirem nosso país? Sociedade do medo, da vulnerabilidade das leis, do sucateamento do serviço e atendimento ao público que país é esse? É preciso banir da vida pública todos os agentes profissionais, essa classe desonesta de políticos, essa safra de malfeitores e inimigos da constituição. Lesa-pátria, alianças traiçoeiras, grupos que se unem em prol de um único objetivo, individualismo, embora o discurso seja à coletividade. Fere os princípios da moral, ética e ameaça de morte à soberania estado de cleptocracia generalizada, organizações criminosas transvestidas de partidos, militantes com discursos falaciosos e mantras. O voto-faxina, a pesquisa para garantir que não estamos trocando seis por meia dúzia. Nós não temos que preservar nenhuma classe de políticos profissionais, temos que baní-los os assaltantes dos cofres públicos. A maior prisão de um corrupto é deiá-lo fora do poder, as grades apenas interrompe uma pseudo-liberdade, pense nisso. 
Postar um comentário