SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

sábado, 25 de julho de 2015

Prédio da antiga Coletoria Estadual, no Centro de Caicó, poderá ser Mercado do Artesanato

Localizado no Centro de Caicó, próximo ao Mercado Público, o prédio onde funcionava a antiga Coletoria Estadual deverá abrigar o Mercado de Artesanato que a secretária da Habitação, Trabalho e Assistência Social, Julianne Faria, quer implantar no município, beneficiando artesãos de toda região do Seridó. Ela esteve em Caicó durante esta sexta-feira, com o vereador Leleu Fontes, onde também visitou o Castelo de Engady, a antiga Central do Trabalhador e a Central do Cidadão.
         “Eu vou conversar com o secretário de Tributação, André Aorta, para ver a situação deste prédio da antiga Coletoria e verificar a possibilidade de instalarmos nele o Mercado do Artesanato. Será um espaço onde o artesão vai comercializar seu produto com todo apoio do Governo do Estado”, afirmou Julianne Faria.
         A titular da Sethas também foi ao Castelo de Egandy após encontra-se com o monsenhor Antenor, criador do local hoje pertencente ao Governo. Foi discutida a possibilidade de fazer a Escola do Artesão, semelhante a que será construída em Natal, com cursos de capacitação e de empreendedorismo. Em seguida, Julianne Faria foi até a Central do Trabalhador, que funcionava como centro de cursos de qualificação e serviços, mas encontra-se fechada, e à Central do Cidadão. Ela finalizou a visita ao município na Casa de Cultura, onde deu entrevista à imprensa local.
         A secretária volta a Caicó na próxima semana com o governador Robinson Faria para participar dos festejos de Santana. Na ocasião, ela receberá o título de cidadão caicoense, propositura do vereador Leleu Fontes. Está na agenda também o lançamento do programa Microcrédito do Empreendedor.
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Sethas, e em parceria com a Agência de Fomento do RN (AGN) lançará o programa na próxima quinta-feira, às 10h, durante a Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (FAMUSE), na Ilha de Sant’Ana.

Nessa primeira etapa, o Microcrédito vai beneficiar os empreendedores das cidades de Caicó, Timbaúba dos Batistas, Parelhas e Acari. Na oportunidade, mais de 200 artesãos do Seridó serão beneficiados com financiamentos. A expectativa é que até o final de 2018, os recursos investidos pelo Governo do Estado no Programa cheguem a R$ 40 milhões, beneficiando cerca de 20 mil empreendedores.


Postar um comentário