Seguidores

boo-box

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Turismo do RN busca verba em emendas parlamentares para divulgação e interiorização turística

  
O turismo tem sido o vetor econômico mais eficaz para atenuar os efeitos da crise financeira nacional. E sendo o Rio Grande do Norte um estado vocacionado ao setor, o secretário estadual da pasta, Ruy Gaspar, e a presidente da Empresa de Promoções Turísticas do RN, Aninha Costa, usaram este argumento para justificar uma reserva nas emendas parlamentares dos deputados voltada à divulgação do Estado potiguar em 2016.
A proposta de um percentual das emendas individuais atribuídas a cada deputado foi apresentada na manhã de hoje (10) durante reunião com o presidente da Casa Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, o vice-presidente, Gustavo Carvalho, e o líder do Governo na Assembleia, Fernando Mineiro. Caso receba a unanimidade dos 24 parlamentares, a solicitação do Turismo potiguar asseguraria verba para divulgação e promoção do Estado em 2016.
“Reconhecemos a importância nas áreas da educação, da saúde e da segurança. Mas o turismo tem sido a alternativa de arrecadação de receita ao Estado justamente para poder investir nessas áreas prioritárias”. Ainda segundo Ruy Gaspar, o Rio Grande do Norte acresceu 10% de turistas nesses oito primeiros meses do ano, se comparado ao mesmo período de 2014, o que representa aumento de R$ 200 milhões na economia do Rio Grande do Norte, movimentando um total de R$ 2,2 bilhões.
A presidente da Emprotur, Aninha Costa, ressaltou a importância da divulgação de roteiros turísticos já elaborados pelo órgão para interiorizar o turismo e gerar emprego e renda nas cinco regiões do Estado potiguar. “Temos divulgado o Rio Grande do Norte com recursos do RN Sustentável e o resultado é comprovado em números. Só a CVC (maior operadora da América Latina) cresceu 23% em vendas no nosso Estado”, argumentou Aninha Costa.
O presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira de Souza, demonstrou apoio à solicitação das emendas, embora tenha frisado o comprometimento de muitos parlamentares com obras inacabadas do governo passado. “A última gestão liberou a primeira parcela para início de obras apoiadas por vários deputados, mas freou a segunda parcela. Então muitas obras estão paradas e precisam de orçamento para ser concluídas”, explicou.
Fernando Mineiro sugeriu ao secretário o envio de um documento formal com dados, números, intenções, importância e detalhamento do investimento para sensibilizar outros deputados a apoiarem o pleito, já que o orçamento anual da Assembleia será entregue no próximo dia 30 de setembro para ser discutida a sua distribuição até o fim do ano. Gustavo Carvalho também reconheceu a força do turismo como alternativa ao crescimento econômico do Estado e se dispôs a ajudar nesta solicitação.
O secretário Ruy Gaspar se comprometeu a enviar o documento sugerido na próxima semana à presidência da Assembleia.

Postar um comentário