As regiões serranas estão cada vez mais ganhando destaque no turismo potiguar. Belas paisagens, boa gastronomia e pousadas charmosas estão no caminho dos amantes da natureza, seja para descansar, apreciar a paisagem, ou para a prática de ecoturismo e esportes radicais. Por isso, selecionamos 12 paraísos serranos no Rio Grande do Norte para vocês colocarem na lista de lugares para conhecer ainda em 2015.

1. Serras de Martins

Localizada a 380 km de Natal, a uma altitude de mais de 700 metros sobre o nível do mar, Martins se destaca pelas suas paisagens exuberantes e seu clima agradável, com temperatura média de 25°, no verão, e de 18°, no inverno, ideal para quem quer passar o final de semana aconchegante no friozinho da serra.
Martins Foto: Lizana Lima.

2. Monte das Gameleiras

Em meio às lindas montanhas da região da Borborema Potiguar, encontra-se o município de Monte das Gameleiras, a 142 km de Natal. Um lugar de paisagens encantadoras, em que as montanhas, o azul do céu e o verde da floresta se encarregam de colorir a paisagem única do lugar. Devido ao seu relevo privilegiado, o local é perfeito para a prática de trekking, cavalgadas, passeios em veículos off road, quadriciclos e motos.
Monte das GameleirasFoto: Márcia Procopio.

3. Serras de Portalegre

Por estar localizada no alto de uma serra, Portalegre atrai visitantes devido às suas atrações naturais, serras exuberantes e mirantes de tirar o fôlego. Seu clima ameno, com temperatura média de 24°, podendo chegar a 17° no inverno, é uma das principais características dessa belíssima região do Alto Oeste potiguar, a 370 km de Natal.
mirante-boa-vistaFoto: FG Em Foco.

4. Serras de Patu

Na região Oeste, ficam as serras de Patu, a 310 km de Natal, um lugar muito procurado pelos praticantes de esportes de aventura, devido à geografia de suas montanhas, que permite ao turista fazer trilhas, montanhismo, rapel e saltos de asa delta na modalidade parapente, possibilitando a mais completa emoção.
PatuFoto: Divulgação.

5. Serra de São Bento

Se você quer lazer e descanso num paraíso rodeado de muita natureza, tranquilidade e de paisagens de tirar o fôlego, não deixe de conhecer a deslumbrante Serra de São Bento, a 130 km de Natal. A exuberância da serra alia-se a um clima agradável, com temperaturas entre 16° e 18° graus, no inverno, e em torno dos 19º, no verão. A natureza privilegiada espalha-se por essa região, onde caminhadas, montanhismo, trilhas feitas com veículos OFF Road são os melhores programas.
Serra de São bento Foto: Nara Marques.

6. Serra do Cuó

Localizada na cidade de Campo Grande, no Oeste Potiguar, a 265 km de Natal, a Serra do Cuó tem um grande potencial para esportes ao ar livre. A trilha que leva até o ponto mais alto da serra, a aproximadamente 500 metros de altitude, tem em torno de 4 km e é bastante íngreme, mas o esforço é recompensado com uma vista espetacular da região. Você pode acampar no alto da serra, onde poderá observar o pôr ou nascer do sol, uma experiência incrível.
Serra do CuóFoto: Gelson Lezzi.

7. Serra da Rajada

Essa enorme formação rochosa fica entre os municípios de Carnaúba dos Dantas e Parelhas. A Serra também é bastante procurada pelos amantes de aventura para a prática de trilhas, montanhismo, rapel e escalada. Quando você for à região do Seridó, não deixe de conhecê-la!
Serra da Rajada Foto: Adriano Santori.

8. Pico do Cabugi

Localiza-se no Parque Ecológico Estadual do Cabugi, na cidade de Angicos (região central), a 141 km de Natal. É o único vulcão extinto do Brasil que ainda mantém a sua forma original, com 590 metros de altitude. O turista pode escalar o Pico, mas é fundamental contratar os serviços de trilheiros, pois a subida é bem íngreme e pode ser arriscada se não forem seguidos os caminhos corretos e tomados os devidos cuidados com as rochas soltas do lugar.
pico do cabugiFoto: lajes.rn.gov.br.

9. Bico do Papagaio

Formação rochosa de aproximadamente 460 metros de altitude, localizada na cidade de Campo Grande, no Oeste Potiguar, a 265 km de Natal. O local atrai trilheiros em busca de esportes de aventura como o rapel e a escalada. Desde o seu topo, tem-se uma visão incrível da região.
bico do papagaioFoto: Francisco V. Souza.

10. Serra Lágea Formosa

Localizada na cidade de São Rafael (região Oeste – microrregião do Vale do Assu), a 210 km de Natal, a Serra de São Rafael nos privilegia com uma vista deslumbrante desde o seu topo. Nela, é possível fazer montanhismo, rapel, dentre outros esportes de aventura.
Lágea FormosaFoto: André Mota.

11. Serras de Acari

Um dos roteiros de aventura e ecoturismo do Seridó, as Serras de Acari (a cidade mais limpa do Brasil), está atraindo os amantes de esportes radicais para a prática de montanhismo e rapel, principalmente as serras que ficam em volta do açude Gargalheiras, região belíssima que vale a pena ser visitada.
Açude Gargalheiras Foto: Natal Fotos e Fatos.

12. Serra de São Bernardo

Localiza-se na cidade de Caicó, na região do Seridó, a 275 km de Natal. Trata-se de uma serra originária de uma ramificação do maciço principal do Planalto da Borborema, que alcança uma altitude de 638 metros, sendo o ponto mais alto da cidade. A Serra é excelente para a prática de trekking, caminhadas, rapel, além de local de observação de pássaros e da flora da Caatinga, vegetação típica da região, proporcionando uma integração total com a natureza.
serra de são bernardoFoto: Sandra Kelly de Araújo.
Todas essas dicas foram fornecidas pelo nosso parceiro, o RNatural.
Fonte: MATÉRIA EXTRAÍDA DO SITE APARTAMENTO 702