SPIDER

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Pesquisadores afirmam ter encontrado a bíblica Sodoma

(Reprodução)(Reprodução)
O professor Steve Collins, da Universidade Trinity do Novo México, nos Estados Unidos, é líder de uma equipe de escavações que trabalhou no projeto 'Tall el-Hamman', no Vale do Jordão. Ele e o grupo de arqueólogos teriam descoberto a mítica cidade de Sodoma.

"A equipe de arqueólogos desenterrou uma mina de ouro de antigas estruturas monumentais, revelando uma cidade-estado que dataria da Idade de Bronze, e que dominou a região sul da Jordânia, no Vale do Jordão”, disse Collins em matéria do History. O estudioso também afirmou que a maioria dos mapas arqueológicos da região mantinha-se em branco até a expedição iniciar. A cidade-estado era desconhecida pelos arqueólogos até então.
O sítio escavado possui duas camadas. Uma inferior e uma cidade alta. A última é cercada por um muro de dez metros de altura, construído em tijolos de barro, de acordo com os estudiosos. Além disso também existem portas, torres e uma praça central.
"A construção exigiu milhões de tijolos e, obviamente, de trabalhadores. Foi uma enorme tarefa!", disse Collins.
As análises iniciais indicam que a cidade foi destruída de forma brusca. E, por um período de 700 anos, acredita-se que a região não voltou a ser habitada desde seu fim. No Antigo Testamento, a cidade de Sodoma, assim como Gomorra, foi destruída pela ira de Deus e foi destruída por uma chuva de fogo e enxofre.
Fonte: Yahoo Notícias
Postar um comentário