SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

sábado, 24 de outubro de 2015

Polícia Civil indicia internautas após divulgação de imagens de pessoa morta

Foi concluído na Delegacia Polícia Civil de Monte Alegre nesta sexta-feira (23) o primeiro inquérito policial pelo crime de vilipêndio de cadáver do Rio Grande do Norte.
A investigação policial resultou no indiciamento de cinco pessoas responsáveis por compartilhar e replicar, na internet, na rede social do Facebook e aplicativo do WhatsApp, fotos e vídeos de Michelle Maria da Cunha Custódio de Barros, vítima de um acidente de trânsito fatal, ocorrido em 15 de maio deste ano.
Foram indiciados pelo crime: Natália da Silva Galvão, José Eduardo de Oliveira, Cícero Batista da Silva, Janilson Gomes da Silva e Saulo Costa Barbosa de Santana.
O crime de vilipêndio de cadáver é considerado crime contra o respeito aos mortos, previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro.
O viúvo de Michele Maria, Valderi de Barros, em depoimento a equipe policial, declarou que se recordava de pessoas fotografando e filmando o local do acidente e o cadáver de sua esposa; e que os policiais presentes no local buscaram instruir aos mesmo que parassem os registros, uma vez que seria uma prática criminosa.
O delegado responsável pelo caso, Marcel George Gouvêa, relembrou o recente caso envolvendo o músico Cristiano Araújo, que faleceu em um acidente automobilístico ocorrido em 24 de junho, e que teve imagens e vídeos do cadáver no necrotério divulgadas na internet. Sendo os autores dos registros indiciados pelo mesmo crime.
Caso venham a ser condenados na justiça pelo crime os indiciados poderão ser penalizados com 1 a 3 anos de detenção.

*Fonte: Assessoria / Degepol

Matéria extraída do blog DJ AILDO
Postar um comentário