Seguidores

domingo, 8 de novembro de 2015

2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural inicia-se com a etapa territorial no estado do Rio Grande do Norte.

A 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural – 2ª CNATER - e um compromisso do governo federal com a sociedade civil, e tem como objetivo “gerar proposições para a elaboração de estratégias e ações prioritárias para promover a universalização da ATER pública e de qualidade aos agricultores e agricultoras familiares do Brasil, por meio de diálogo e interação entre sociedade civil, governos e representações de agricultores e agricultoras familiares”. É um processo que envolvem conferências Territoriais e Estadual. A 2ª CNATER tem como tema a “Ater, agroecologia e alimentos saudáveis”.
No Rio Grande do Norte esse processo começa a partir de novembro/2015 com a realização de 10 conferências nos territoriais, contemplando todos os territórios do Rio Grande do Norte. A organização dessas conferências está sob a responsabilidade da Delegacia Federal do MDA no RN e do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRUS).
Nas conferências territoriais será debatido o papel da assistência técnica e extensão rural (ATER) como fomentadora da transição agroecológica e, consequentemente, da melhoria na qualidade dos alimentos consumidos no país. Acrescenta-se, ainda, as discursões em torno de um desenvolvimento rural sustentável e solidário, no qual a ATER possa atender as demandas das mulheres rurais, da juventude rural e dos povos e comunidades tradicionais.
Os trabalhos serão desenvolvidos em torno de 3 eixos: 1 – Sistema Nacional de ATER – Fortalecimento Institucional, Estruturação, Gestão, Financiamento e Participação Social; 2 -ATER e Políticas Públicas para a Agricultura Familiar;  e 3 - Formação e construção de conhecimentos na ATER.
Dentro desses eixos serão debatidos 3 eixos transversais: a) ATER para as Mulheres Rurais; b) ATER para Juventude Rural; e c) ATER para Povos e Comunidades Tradicionais.


As conferências territoriais vão escolher, na sua totalidade 200 delegados(as) para a Conferência Estadual, prevista para acontecer em abril de 2016, em Natal, que por sua vez é uma etapa preparatória para a Conferência Nacional que acontecerá em junho/2016, em Brasília.
Postar um comentário