SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Pastor é preso por assediar garota de 12 anos e diz ser “viciado” em pornografia

Um pastor evangélico foi preso em Ponta Grossa acusado de criou um perfil no Facebook para assediar uma garota de 12 anos de idade – ele enviava fotos e vídeos pornográficos para a garota. Os policiais aprenderam computadores, notebooks e celulares na igreja. Na delegacia, o pastor disse ao delegado Marcus Sebastião que sofria de distúrbios psicológicos e era “viciado em pornografia”. De acordo com o delegado, “ele admitiu a conduta, mas argumentou que não teve contato físico com a vítima. Essa versão foi reiterada por outras testemunhas ouvidas, inclusive pela própria menina”, contou Marcus.
A investigação sobre o crime cometido pelo pastor acontece desde 2014 e corre em Segredo de Justiça. “Por isso e para não expor a criança, não vamos revelar o nome do pastor ou da igreja. A menina fazia parte de um projeto social realizado pela comunidade religiosa”, explicou o delegado.

Pastor deve responder por “oferecimento de pornografias”

Como até o momento as investigações mostram que não houve contato físico entre a adolescente e o pastor, o religioso deverá ser enquadrado no artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O artigo enquadra a venda ou exposição de “fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”.
Depois de apreender outros objetos, a Polícia Civil continuará a investigação – ainda há a suspeita de que o religioso tenha assediado outras garotas.
Operação da Polícia Civil.
A apreensão faz parte da operação “Servir e Proteger” desencadeada na cidade na última segunda-feira (14). A ação da Polícia Civil envolveu todos os distritos policiais da cidade e teve resultado positivo, segundo Marcus Sebastião. Até o momento foram três pessoas presas em flagrante, um adolescente foi detido com drogas e cinco pessoas foram conduzidas para a delegacia – além disso, vários mandados de busca e apreensão foram cumpridos.
Postar um comentário