SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Fátima diz que a cada dia a farsa do impeachment é desmontada

A senadora Fátima Bezerra afirmou, nesta terça-feira (28), no Plenário, que o laudo da perícia técnica sobre o impeachment da presidenta Dilma somado e o resultado da pesquisa que atestou a falta de popularidade do governo Temer têm deixado o Planalto e seus articuladores políticos com os nervos à flor da pele.  “Isso explica, senhoras e senhores, a insistência dos apoiadores desse governo biônico em apressar os trabalhos da comissão e o fato de o governo biônico ter se transformado em um balcão de negócio, para aprovar a todo custo o impedimento definitivo da  presidenta Dilma”, analisou. 

Fátima voltou a afirmar que, a cada dia, fica mais explícito, para quem acompanha os trabalhos da comissão, que o pedido de impeachment da presidenta não se sustenta. “A cada dia, a farsa é desmontada. Não sou que estou dizendo isso! São opiniões das mais variadas, inclusive de juristas respeitados no plano nacional e internacional, que colocam claramente que essa é uma das maiores anormalidades constitucionais vividas na história do país. E, ontem, a perícia mostrou, mais uma vez, que a presidenta Dilma Rousseff não cometeu nenhum crime”, destacou.

Fátima lembrou também que o pedido da perícia havia sido solicitado no início dos trabalhos da Comissão Especial do Impeachment, mas a bancada do governo provisório não tinha aceitado. “Tivemos que recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), que acatou o nosso recurso. Certamente, os senadores aliados do governo golpista não desejavam a perícia, pois sabiam que o resultado não seria bom para a acusação”, disse a senadora.

Educação

Fátima criticou o desmonte que vem sendo feito pelo governo provisório na educação brasileira. A parlamentar repudiou medida adotada pelo presidente provisório, Michel Temer, que revogou, nesta terça-feira, a nomeação e recondução dos membros do Conselho Nacional de Educação. “O Conselho Nacional da Educação não é um órgão qualquer. É um importante colegiado que desempenha, por força da lei, um papel importantíssimo na construção, na avaliação e no acompanhamento das políticas educacionais brasileiras. Esse ato autoritário se soma a outros atos já em curso, como, por exemplo, o desmonte do Fórum Nacional da Educação, o esvaziamento do papel da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão – SECADI e a famigerada PEC nº 241, de 2016, que institui a chamada regra Temer/Meirelles, limitando os reajustes dos gastos públicos à inflação do ano anterior”, afirmou.

Fátima convidou ainda os parlamentares à participarem amanhã, às 9 horas, no Ministério da Educação, do ato em defesa da democracia, da educação pública e dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras em educação. “Essa é mais uma iniciativa das entidades da área da educação contra esse Governo provisório e biônico que tem feito um verdadeiro desmonte na educação brasileira. Diante desse momento dramático pelo qual o País passa, lutar não é mais só uma opção; passa a ser uma obrigação”, enfatizou.

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Postar um comentário