SPIDER

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Justiça autoriza quebra de sigilo de perfis responsáveis por ofensas à filha de Bruno Gagliasso

Bruno Gagliasso prestou queixa na última quarta-feira (Reprodução/Globo)

A delegada Daniela Terra, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), responsável pela investigação sobre as ofensas racistas à Titi, filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, informou que a Justiça deferiu o pedido de quebra de sigilo dos perfis para identificar os responsáveis pelos ataques, nesta segunda-feira (21).
“Estamos apenas aguardando a resposta de administradores do Facebook e Instagram para seguirmos com a investigação”, informou Daniela Terra em entrevista ao jornal “Extra”. Bruno Gagliasso registrou a queixa na última quarta-feira (16), depois que mensagens preconceituosas contra sua filha foram postadas nas redes sociais de sua mulher, Giovanna Ewbank.
Ao deixar a delegacia, depois de fazer a denúncia, Bruno Gagliasso declarou que acredita que os autores do crime serão punidos. “Racismo se combate com amor e Justiça. E é por isso que eu estou aqui, para ir atrás de quem fez. Eu tenho cem por cento de certeza que a polícia vai achar, e que eles vão pagar pelo que fizeram”, disse o ator.
Fonte: Yahoo Vida Estilo
Postar um comentário