SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

domingo, 27 de novembro de 2016

O hotel nazista de 10.000 quartos que nunca foi usado

O hotel nazista de 10.000 quartos que nunca foi usado

Estendendo-se por mais de três quilômetros na praia de areias brancas, na Ilha de Rügen, no Mar Báltico, Alemanha, podemos encontrar o maior hotel do mundo!



Construído há mais de 70 anos, o hotel possui 10 mil quartos, todos de frente pro mar, mas ninguém nunca se hospedou por lá.





Hotel Prora, construído entre 1936 e 1939 pelos nazistas, fazia parte de um programa chamado "Kraft durch Freude" ou algo como "Força através da Alegria", que tinha como objetivo proporcionar dias de lazer aos trabalhadores alemães, e claro, espalhar propaganda nazista. Os locais chamam o prédio de Colossus por conta de sua imensa dimensão.






O complexo é composto por 8 edifícios idênticos, que se estendem ao longo de um comprimento de 4,5 quilômetros, a cerca de 150 metros da praia.






Foram 3 anos para concluir as obras, e os nazistas tinham planos para fazer outros quatro resorts idênticos à esse, com cinema, salas de festas, piscinas e cais, onde os navio iriam atracar.




Os planos de Hitler para o Prora eram ambiciosos. Ele queria o resort "mais poderoso e gigante do mundo", com 20 mil camas. Corredores e sanitários são localizados para o lado terra, enquanto que todos os quartos têm vista para o mar. As dimensões dos quartos são 5m por 2,5m, com duas camas, um armário e uma pia.





A guerra acabou acontecendo antes do Hotel Prora ser devidamente finalizado. Hitler transferiu os trabalhadores da construção para construir a Usina V-Armas em Peenemünde. Os refugiados da guerra acabaram usando parte do hotel, e após a guerra, ele foi utilizado um posto militar para um exército da Alemanha Oriental.





Atualmente, o Prora é um local desértico, exceto alguns blocos que foram utilizados para usos diversos. O plano é agora transformar o Prora em uma Estância de Férias moderna, com capacidade para 300 pessoas, campos de tênis, piscinas e um centro comercial.






Postar um comentário