SPIDER

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Prefeitura de Mossoró firma acordo com Instituto Chico Mendes



O prefeito Francisco José Júnior assinou, na manhã desta quinta-feira, 10, um Acordo de Cooperação com o Instituto Chico Mendes, em reunião no Salão dos Grandes Atos. O documento formaliza parceria entre o Município e o ICMBio para viabilizar a implementação da gestão do Parque Nacional da Furna Feira, localizado no território entre Mossoró e Baraúna.
De acordo com Leonardo Brasil, chefe do parque nacional, o acordo institucionaliza e amplia a parceria do Executivo Municipal com o Instituto Chico Mendes. “O prefeito Francisco José Júnior sempre se colocou à disposição da Unidade de Conservação Parque Nacional da Furna Feia. Esse acordo de cooperação estreita essa parceria”, pontuou.
O acordo prevê cooperação mútua. A Prefeitura de Mossoró disponibilizará a Guarda Municipal, através do Pelotão Ambiental, para ações de monitoramento e controle; atuará na manutenção da estrutura física; e cederá um servidor, que auxiliará nos trabalhos do Parque Nacional da Furna Feia. O parque, por exemplo, dará suporte ao Executivo em análises técnicas de processos e atuará em ações de educação ambiental voltadas à Rede Municipal de Ensino.
“Só para ter uma ideia, o Furna Feia é o parque nacional com o maior número de cavernas protegidas e possui o maior fragmento de caatinga protegida do Rio Grande do Norte. É um local muito importante para Mossoró, dada a sua representatividade. Por isso, o sentimento é de satisfação em poder fortalecer a parceria com o Instituto Chico Mendes”, destacou o prefeito Francisco José Júnior. Atualmente, o parque possui 100 espécies de plantas e aves catalogadas – o número de cavernas chega a 205.
Também participaram da reunião o secretário de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos, Francidaule Amorim; o secretário executivo do Meio Ambiente, José Couto Filho; assessora especial do Gabinete do Prefeito, Raíssa Castro; e a analista ambiental do Instituto Chico Mendes, Suiane Brasil.
Postar um comentário