Seguidores

domingo, 20 de novembro de 2016

Prisão de Lula não me traria alegria, diz Aécio


© Fornecido por New adVentures, Lda.

Numa semana conturbada para a política do país, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) comentou sobre o andamento da Operação Lava Jato e planos do partido para as eleições de 2018.
O presidente nacional do PSDB disse ver com cautela a prisão do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. "Não conheço o caso. Mas temos de ter cuidado para que a prisão não seja a primeira etapa de um processo", disse, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo.
Aécio também encara com ressalvas uma possível prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Não torço pela prisão do Lula, mas para que a Justiça seja feita. A prisão dele não me traria alegria, mas eu não preocuparia com as consequências", afirmou.
O senador admite, inclusive, um possível abuso na condução coercitiva de Lula. "Talvez pudessem ter obtido o mesmo resultado de outra forma", disse. Aécio nega, porém, que a Operação Lava Jato esteja em risco.
"Não vejo a Lava Jato com essa fragilidade. Não se pode considerar uma afronta ao Ministério Público as medidas para que a legislação seja cumprida", defendeu.
A respeito dos planos do partido para 2018, Aécio foi diplomático e admitiu que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, possa tomar a frente da disputa após a vitória de João Doria na prefeitura de SP.
Fonte: MSN NOTÍCIAS
Postar um comentário