SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

domingo, 27 de novembro de 2016

Todos contra a corrupção!

Todos contra a corrupção – Ivanildo Cavalcante
Resultado de imagem para corrupção

Vimos, nesses últimos meses, movimentos da sociedade civil, em particular do Ministério Público Federal e da Justiça Federal, tentando encontrar caminhos no sentido de minimizar o alto índice de corruptos e corruptores envolvidos em grandes escândalos, de gente muito graúda. 
A iniciativa deu um ótimo resultado, isto é, o povo entendeu e respondeu com mais de dois milhões de assinaturas, pedindo assim o enquadramento daqueles que escolheram e escolhem o caminho da delinquência. Foi, sem dúvidas, um resultado que não agradou, pelo visto, a grande maioria dos senhores congressistas.
No último dia 24 deste mês de Novembro, o lado mafioso do Congresso Nacional, tentou imputar ao povo aquilo que ele não quer e nem pediu para ser aprovado. Tentaram anistiar todos os malversadores de colarinho branco, todos os bandidos, todos os assaltantes, através de uma vergonhosa manobra na calada da noite e, assim sendo, o povo não teria tempo para promover outras mobilizações.
Foram poucos os parlamentares que se insurgiram, claramente, contra as manobras e em favor das “DEZ MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO”. Mesmo assim, com número pequeno em termos de quantidade. Porém, foi o suficiente para impedir a votação naquele momento.
A sociedade civil, o povo em geral, devem promover manifestações em defesa da moralidade e da ética. Manifestações contra os corruptos e corruptores, contra todos os ladrões de colarinho branco. Chegou o momento de se reunir forças para impedir a impunidade dos assaltantes do erário, de políticos bandidos que querem usar o "poder" que têm em beneficio próprio e contra o que povo quer.
A esquerda consequente, responsável, anticapitalista, anti-stalinista, revolucionária, deve sim apoiar, integralmente, as DEZ MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO. Medidas estas, referendadas pelo povo, especialmente pelos trabalhadores, que lutam por dias melhores e pela sua própria emancipação. Afinal, são cerca de dois milhões e quinhentas mil pessoas signatárias das medidas em questão, algo que não pode ser desprezado até mesmo por elementos ligados ao submundo da deliquência.
Agora, seria o momento das esquerdas convocarem o povo em geral para um grande ato de REPÚDIO contra os salafrários de plantão, no Congresso Nacional e fora dele. Entretanto, o que se vê é o silêncio por parte da grande maioria da “esquerda” stalinista, da “esquerda” faz de conta. Aos poucos, estamos nos aproximando de dias tenebrosos, por conta da corrupção e desmandos de toda ordem. É bem verdade, é sabido, que a corrupção e as demais mazelas sociais são, na essência, fruto de um sistema predatório, cruel e perverso - o Capitalismo. Entretanto, não se deve abrir mão de direitos já conquistados com muita luta.
A irresponsabilidade é tamanha que, estados como o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, principalmente, já se encontram ambos com suas finanças à beira de um colapso. Essa proposta indecorosa de “anistia” pode levar o perdão para “foras da lei” como é o caso do ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, por exemplo. Os que assaltaram e quebraram empresas do porte da Petrobras e outras mais, poderão vir a ser totalmente anistiados. Isto não é justo... É uma vergonha! 
Por fim, entende-se que temos que nos irmanar ao lado dos que defendem a ética e não ficar contra o povo, ao lado desse tipo de gente. Ora, não se tem como aceitar que a vontade do povo não seja respeitada. Mesmo que se tenha de apelar para entrar na Câmara dos Deputados e no Senado Federal e exigir que nos respeite, dizendo claramente, já chega... TODOS NÓS SOMOS “AS DEZ MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO”. E reafirmar, sem subterfúgios: Estamos com o povo! 
Combater a marginalidade não é nada fácil, imagine-se combater os poderosos grupos de mafiosos, as grandes quadrilhas, a corrupção sistêmica...

Fora o Capitalismo e não deixe de levar a "esquerda" stalinista em suas diversas formas!
Domingo, 27 de Novembro de 2016.

Créditos: Ivanildo Albuquerque
Postar um comentário