DATAHOSTING

PARTNER

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Tomba destaca aprovação da PEC da Vaquejada no Senado

Crédito da Foto: Eduardo Maia

 
O deputado Tomba Farias (PSB) comemorou a aprovação, pelo Senado, esta semana, do Projeto de Emenda Constitucional (PEC), que permite a continuidade das vaquejadas. O deputado integrou comitiva que foi à Brasília, em 2016, participar de uma manifestação a favor da tradição nordestina que remonta há séculos e da qual sobrevivem milhares de famílias nordestinas.

“A vaquejada é a cultura do Nordeste, gera emprego e existe há mais de 100 anos. Lutamos aqui, todos os deputados e cheguei a me reunir várias vezes pela continuidade desta tradição. Hoje a gente se sente feliz pelas raízes do Nordeste permanecerem, não caírem no esquecimento e servirem de exemplo para dizer que valeu a pena a união”, afirmou o deputado. Tomba também fez um agradecimento a todos os que se uniram neste movimento e que acreditaram que a vaquejada deveria continuar.

“Aquela concentração foi um momento muito importante e o Rio Grande do Norte foi representado em Brasília por muitos defensores da vaquejada, que se uniram e pressionaram. O Brasil entendeu que o Nordeste é brasileiro e não podia perder esta tradição”, afirmou o parlamentar. Tomba também agradeceu aos senadores que votaram favoráveis ao projeto.

O deputado fez um apelo para que a Câmara Federal seja sensível à causa, visto que a atividade, segundo Tomba, gera aproximadamente 600 mil empregos. A PEC de autoria do senador Otto Alencar (PSD-BA) muda o artigo 225 da Constituição que trata do Meio Ambiente, acrescentando um parágrafo ao artigo para permitir a realização dos eventos considerados manifestações culturais registradas como patrimônio cultural brasileiro e que não atentem contra o bem-estar animal.

Em aparte, os deputados Dison Lisboa (PSD) e Getúlio Rêgo ressaltaram a importância da atividade: “Por dever de justiça o Senado aprovou esta PEC. A atividade hoje é muito diferente da que era realizada no passado, pois existe uma diferença no trato aos animais”, afirmou. Getúlio Rêgo parabenizou a todos pela conquista.
Postar um comentário