SPIDER2

CADASTRE SEU BLOG

segunda-feira, 27 de março de 2017

Panis et Circenses, entenda a raiz da corrupção!

Resultado de imagem para panis et circensesA imbecilidade do povo transcende o tempo, mudou-se pouco! Na Roma antiga era comum silenciar o povo em razão dos escândalos de corrupção, com pão e circo! Hoje não é diferente, o povo brasileiro é festeiro por natureza, diversão e comida quem vier atrás que feche as porteiras!
A raiz da corrupção está no DNA do povo brasileiro, governantes e governados, corruptos e corrompidos, interesses individuais superando os coletivos e uma podridão nefasta, horrenda e criminosa.

INEPTOCRACIA:

 Um sistema de governo onde os menos capazes de liderar são eleitos pelos menos capazes de produzir, e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar ou ser bem-sucedidos são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada de um número cada vez menor de produtores. “Essa definição remete-nos automaticamente à descrição feita pela filosofa russa Ayn Rand: “Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.

CLIENTELISMO:

O clientelismo e populismo caminham de mãos dadas, é o toma lá, da cá, é um inchamento da máquina administrativa para “assegurar votos”. Embora seja sinônimo da ineptocracia, tem significados diferentes, são mazelas sociais que escravizam e empobrece o país. Trocas de moedas, me ajuda, que te ajudo.

CLEPTOCRACIA

Os filósofos gregos já discutiam o que para muitos é uma palavra nova....Antes de Cristo já se debatia...governo de ladrões transformando o estado de direito e democrático numa pseudo-democracia, aliás, típica dessa republique de bananas que politicamente não pode ser chamada de país.

O QUE FAZER PARA TOMAR O PAÍS DAS MÃOS DOS LADRÕES?


O povo nas ruas sem defender bandeiras, partidos e políticos, defender ideias que possam retomar o crescimento de um país que há tempo perdeu seu rumo, seus ideias, lutas e conquistas e abriu espaço ao câncer degenerativo da corrupção. Governantes e governados precisam retomar o diálogo, basta que cada um dos brasileiros entendam o seu papel de cidadão. Acorda, Brasil! 

TEXTO: A VOZ DO POVO (pode copiar e dá os créditos com link)

CRÉDITO IMAGEM: PANIS ET CIRCENSES
Postar um comentário