SPIDER

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Causos: No dia em que os Beatles quase tocou em Pombal e John Lennon ganhou um óculos de ouro de Lampião

Por Adriano Santori
A imagem pode conter: 2 pessoasPouca gente sabe que os Beatles quase tocaram em Pombal, no sertão de Pernambuco. Muito menos que John Lennon passou três anos morando nas caatingas. E muito menos ainda, que a música “Imagine”, inspirada na liberdade do cangaço, da vida sem reis e sem fronteiras, tem a co-autoria dele: Virgulino Ferreira da Silva, vulgo “Lampião.” Mas me deixe contar como começou esta parceria.
Isso foi no ano de 1961. A recém-formada banda inglesa havia acertado uma tournée no Brasil, começando em Pernambuco e terminando nos braços do Cristo Redentor, lá nas terras do Rio de Janeiro. Assim que desembarcaram em Natal, o empresário alugou uma tropa de jumento para conduzir a banda e os equipamentos até o interior do sertão, porém assim que cruzaram o Rio Piranhas, na divisa do Rio Grande com a Paraíba, caíram nas garras do temido bando do cangaceiro Lampião, que estava vindo do frustrado ataque à cidade de Mossoró. O pior: o único intérprete havia ficado uma vila atrás, devido a uma certa dor na barriga proveniente da ingestão de umbu verde e quente. O encontro ia ser meio desagradável. Os últimos estrangeiros que caíram na arapuca do Rei do Cangaço escaparam por pouco, graças a intercessão de Dona Maria. Bem... Assim que os viajantes foram cercados decidiu-se logo levarem os mesmos a presença do Capitão.
Virgulino vendo aquela ruma de troço, umas caixas pretas, já disse de longe:
- Que mulesta é isso?! Fiquem aí! Aqui quem fala é o Capitão Lampião, o terror do sertão...
Juriti correu para o chefe, já adiantando:
- Capitão, esse povo não fala qui nem nós não! Estão todos assados do sol... E não se entende coisa com coisa... É um embolado só! Parecem que são tocador de forró... Espie os violão!
O Capitão se aproximou de um dos tais, olhou nos olhos e perguntou:
- Qual o seu nome, sujeito? - O cabra com os olhos arregalados, assustado com tanta presença de arma e de bala, respondeu:
- “Mim John, John Lennon. We are the Beatles. Do you know?”
Sabonete deu uma risada e soltou:
- Tá vendo, Capitão, o nome do cabra é Mijão. - E todos caíram em gargalhada. Lampião tirou uma peixeira da cintura e ameaçou:
- Fale direito, cabra! Como é que você vem para meu reino e não tem sequer a consideração de aprender a falar direito?! Merece ter a língua arrancada pelo atrevimento.
Maria, que estava só observando, entrou na conversa:
- Oh, Virgulino! Você não ta vendo que estes galegos não entenderam nada do que você falou? 
- É mesmo! Concordou Virgulino.
O chefe virou-se e foi para um canto decidir o que fazer com aqueles prisioneiros. Mas vendo aquela parafernália, todo de tipo de zabumba, violão, deu as ordens:
- Desapeie tudo dos jumentos! Amarrem estes cabras, que depois peço resgate. Mande convocar Corisco e Português, e avise na região que o Capitão vai dar um grande forró logo mais à noite. Quem não vier já sabe!
A fuzarca foi até altas horas e o conhaque rolou no centro com força.
Logo de manhã, só se ouviu o barulho do tiroteio. Uma volante já tinha sido acionada pelo presidente da república, cercou o bando na intenção de libertar os Beatles, era um caso de incidente internacional. Na confusão, três foram libertados, mas o tal “Mim John”, que tinha pouco juízo, continuou nas garras do bando. E por muito tempo, viu! Tanto tempo mesmo, que com a convivência aprendeu a falar a língua do sertão, a comer rapadura... Verdade seja dita: virou uma espécie de sequestrado/amigo de Lampião! Ele ensinou até algumas frases em inglês ao Capitão, que por sua vez, não deixava de pronunciar na frente que qualquer matuto ou coronel, como sinônimo de inteligência. Uma vez, quando estavam pousados em uma fazenda, o Rei do Sertão percebeu que o “Mim John” estava com a vista meio cansada de tanto escrever letra de música à luz da Lamparina e, juro daqui para Jesus: tirou os próprios óculos de ouro da cara e deu ao Beatles, dizendo:
- Isso aqui é um presente. Quem ta lhe dando é Capitão Virgulino! Pode ir embora, se quiser, para o seu estrangeiro. Mas diga a sua rainha que se lá também tiver sertão, quem manda nele é Lampião! Depois desse episódio John Lennon foi para os Estados Unidos e quando soube da morte de Lampião em Angicos, gravou a música “Imagine”, que na verdade era tocada em fole de oito baixos, originalmente em xote, e colocou, em agradecimento, o nome de Lampião na contra-capa do disco como co-autor. Se duvidar, pode ir conferir. Está lá que eu vi!

Do blog: recomendo à leitura do blog https://adrianosantori.wordpress.com/ lembrando que se trata de um belo causo contado pelo artista
Postar um comentário