quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Delegado manda soltar homem preso por cagar na rua e o despacho é impagável

Um morador de rua foi preso pela guarda civil metropolitana de Natal, capital do Rio Grande do Norte, por defecar no muro de uma repartição pública.
O delegado do caso mandou soltá-lo, mas as alegações no despacho é que chamaram a atenção da internet: “O conduzido é morador de rua, e não achou lugar melhor para dar de corpo, obrar, grosso modo, esvaziar o intestino grosso, cagar, como se diz no idioma espontâneo do povo.”
E continua: “Trata-se de um brasileiro em típico estado de necessidade. Ele não tem casa nem privada onde possa ‘arriar o barro’(…)”.
Para o delegado, a repartição pública estava mal cuidada e mal vigiada. “(…) a cagada maior é dos administradores, a partir do momento em que não cuidam direito da segurança do prédio, um espaço destinado a prestar serviço público.”
Leia na íntegra o despacho do delegado:
Postar um comentário