terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Enquanto o presidente Bolsonaro corta gastos, Governos e prefeituras incham a máquina pública com cabides de empregos!





Toma lá, da cá: o presidente Jair Bolsonaro vem fazendo cortes e mais cortes. Apelidada de despetização, ministérios loteados de cargos, gastos desnecessários com publicidade, patrocínios e estatais engessadas trazendo economia ao país. 

Prefeituras e Governos: à crise chama-se ingerência, gastos desnecessários, política de apadrinhamentos, desvios e desmandos, licitações e farras com diárias fazem parte do dia-à-dia na gestão pública, contramão para quem economiza de um lado e torra o erário público. A palavra de ordem é contenção de gastos, menos Brasília, mais Brasil. Abre o olho, senhores governadores e prefeitos. 

Nenhum comentário: