domingo, 10 de março de 2019

À crise do jornalismo brasileiro, da mídia militante.





Toda semana os ditos principais jornais perdem assinantes, o motivo é o tipo de jornalismo militante que oferecem. Não é por falta de bons nomes no jornalismo, mas pela falta de independência e de matérias tendenciosas criticando o governo. 

Não que é proibido criticar, mas criar factoides e tentar derrubar o governo a todo instante desperta a ira dos eleitores mais fieis a Bolsonaro. À crise não chegou no Planalto, mas os grandes portais já estão agoniados perdendo leitores. 

Nenhum comentário: