quarta-feira, 3 de julho de 2019

Banho da casca de imburana no combate as doenças uterinas, pulmonares, cólicas...


Tronco da árvore imburana de cheiro

O bioma caatinga, além de único no mundo tem suas riquezas medicinais e belezas que despertam os curiosos e desafiam à ciência. Imburana, emburana ou umburana tem essas propriedades medicinais atribuídas ao conhecimento empírico e em fase de estudos acadêmicos. Confira o texto abaixo e veja a riqueza de mais uma planta desse rico bioma.

Chá de imburana de cheiro serve pra que?
A imburana de cheiro possui uma série de propriedades medicinais benéficas para a saúde do ser humano. Entre elas, destaque para seu poder aromático, anticoagulante, anti-inflamatório, broncodilatador, cardiotônico, diaforético, estimulante, estomáquico, febrífugo, narcótico e peitoral.

Por isso, a lista de doenças que a planta consegue combater é um tanto quanto extensa. De acordo com a recomendação médica, a imburana de cheiro pode ser usada para tratar de afecções pulmonares, asma, astenia, balsâmica das vias respiratórias, broncodilatadora e bronquite.

Fora isso, ela também atua como agente amenizador das cólicas intestinais e uterinas, febregripe, hemorragias, inflamação, resfriado e tosse.



Como fazer chá de imburana de cheiro


Uma das formas mais fáceis de usar a planta como remédio natural é através da infusão de algumas partes dela. Além do mais, ela também pode ser usada na forma de banho, sobretudo em crianças, com o intuito de baixar a temperatura corporal.
Para preparar a bebida, você vai precisar de 1 litro de água filtrada e 2 colheres (de sopa) de casca da planta. O primeiro passo é colocar a água para ferver. Assim que ela atingir o ponto de ebulição, coloque a casca da planta e deixe ferver por mais 10 minutos e, em seguida, desligue o fogo.
Passado esse tempo, deixe o chá descansando por mais 10 minutos. Use uma peneira para separar as cascas da planta do líquido. Feito isso, o chá está pronto para ser ingerido. De acordo
com as recomendações, só é permitido o consumo de até três xícaras da bebida por dia.


Foto:reprodução APP VERDE


Formado em Jornalismo pela UniFavip | Wyden. Já trabalhou como repórter e editor de conteúdo em um site de notícias de Caruaru e em três revistas da região. No Jornal Extra de Pernambuco e Vanguarda de Caruaru exerceu a função de repórter nas editorias de Economia, Cidades, Cultura, Regional e Política. Hoje é assessor de imprensa do Shopping Difusora de Caruaru-PE, Seja Digital (entidade responsável pelo desligamento do sinal analógico no Brasil), editor da revista Total (com circulação em Pernambuco) e redator web do Chá Benefícios.


Nenhum comentário: