quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Entenda a farra de contratos nas prefeituras e por que o Ministério Público está de mãos atadas!



A matéria tem como base o relatório do TCE-RN que orientou os prefeitos do estado do Rio Grande do Norte a terem prudência. Às más práticas do clientelismo faz parte do profissionalismo de prefeitos/gestores brasileiros que acreditam garantir reeleição.

Ano passado, à Câmara de Deputados aprovou uma Lei e Rodrigo Maia, presidente em exercício a sancionou através da flexibilização do limite prudencial, ou seja, deixou os gestores a vontade para gastar com despesas de pessoal, contratos, comissionados, etc.

Dos 398 funcionários públicos, o município de Carnaúba tem um gasto com contratados de 21 por cento, dados do relatório do TCE-RN (Tribunal de Contas do Estado do RN) referente a abril de 2019. No aguardo das fiscalizações do referido órgão enquanto ainda tem prefeituras de pé. 

Em suma, é preciso que os políticos entendam que as crises são decorrentes de práticas medievais e que há tempo deveriam ter sido extintas, fica à dica.

Relatório detalhado, clique AQUI

O Ministério Público de mãos atadas, leia e entenda o que Rodrigo Maia sancionou em 2018 AQUI

Nenhum comentário: