SEMALT

Mostrando postagens com marcador povo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador povo. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Lula lidera pesquisa para 2018 impulsionado por ‘efeito Marisa Letícia’

 | Filipe Araújo/Fotos PublicasSe as eleições presidenciais fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva venceria a disputa com os demais adversários, segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta quarta-feira (15) pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).
De acordo com o levantamento, Lula apresenta hoje 30,5% das intenções de votos contra 11,8% de Marina Silva (Rede); 11,3% do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece apenas como quarto colocado, com 10,1%. Ciro Gomes (PDT-CE) tem 5% e o presidente Michel Temer conta com 3,7%.
A soma dos votos branco/nulo ou indecisos chega a 27,6%. Esses valores têm como base a consulta de intenção de voto estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados.
No cenário de consulta espontânea, quando não é apresentado nenhum nome aos entrevistados, Lula também lidera com 16,6% as intenções. Neste caso, Bolsonaro aparece em segundo com 6,5% e Aécio Neves em terceiro, com 2,2%. A soma de branco/nulo ou indecisos chega, contudo, a 67,8%.

Morte de Marisa Letícia impulsionou Lula

“O presidente Lula ganha hoje em todos os cenários. Se as eleições fossem hoje, facilmente seria eleito como presidente da República. Há também um crescimento bastante significativo do Jair Bolsonaro, que mostra esse nicho de pessoas que pensam de forma diferente da média”, afirmou o presidente da CNT, Clésio de Andrade.

Na avaliação dele, também pesa a favor de Lula o fato de a pesquisa ter sido realizada após a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia. “Não tem dúvida. Estamos chegando à conclusão de que todos os aspectos pesaram. O passionalismo, a comoção e provavelmente alguma coisa de saudade dos bons tempos do Lula”, considerou.
Filipe Araújo/Fotos Publicas/GAZETA DO POVO

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

O QUE A MÍDIA NÃO MOSTRA! O POVO CUBANO DANDO AS COSTAS AO FÉRETRO DO DITADOR-FASCISTA FIDEL CASTRO



Amado por uns, odiado por outros, a figura controversa do ditador Fidel Castro divide opiniões. Uma imagem chamou a atenção, Cubanos dando as costas ao féretro do ditador. O que será de Cuba após a morte de Castro?  

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

'Povo que nunca envelhece' tem pessoas de 100 anos praticando esportes


Ver as imagens

Na fronteira entre a Índia e o Paquistão fica o vale do rio Hunza. Um local paradisíaco, mas que chama atenção muito mais por seu povo, cerca de 30 mil habitantes, do que pelas exuberantes belezas naturais da região.
Acontece que, apesar de estar em uma região com traços físicos bem característicos, os locais se parecessem muito mais com europeus. E, além disso, são famosos por sua longevidade: por lá, muita gente vive mais do que 100 anos.

Ver as imagens

Não há nenhuma comprovação científica sobre o porquê desse povo viver tanto. Mas a análise de sua rotina mostra o quanto eles se diferem dos outros povos — principalmente os do Ocidente. E o destaque fica para a alimentação.
Na questão da rotina, eles vivem realmente de maneira diferente. Os habitantes do vale do Hunza costumam ser banhados imersos em águas geladas, geralmente 15ºC negativos, independente da idade. A prática de esporte é comum até os 100 anos de idade, o que garante também certa vantagem física.

Ver as imagens

No mais importante, a alimentação, porém, está o maior diferencial. No verão, eles se alimentam apenas de frutas e verduras cruas. No inverno, comem damascos secos, grãos e queijo de ovelha. Além disso, consomem pouquíssimas proteínas, o que já foi alvo inclusive de estudos médicos.
Primeiro a analisar e descrever a população local, o médico escocês Robert McCarrison destacou, à época de seu estudo, as diferenças na dieta. Em média, eram consumidas apenas 1900 calorias diárias, sendo que destas apenas 50g de proteínas, 36g de gorduras e 365g de carboidratos. Para o especialista, esse é o grande segredo da longevidade.
Fonte: Yahoo Notícias

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

O PROBLEMA É QUE ESTE PAÍS ESTÁ CHEIO DE POLÍTICOS PROFISSIONAIS, PRECISAMOS DE ADMINISTRADORES!

O momento atual da política no Brasil é caótico. Muitas prefeituras irão fechar suas portas, não apenas pelo arrocho que a presidente Dilma vem fazendo com municípios que tem no FPM (Fundo de Participação dos municípios) como principal arrecadação. Desculpe quem pensa o contrário, mas, às más práticas na gestão pública são ingredientes para à “crise” na gestão pública. Esse país está cheio de políticos profissionais que usam o poder para fazer carreira pública. O modus operandi é o mesmo o que vemos neste país é o desmando, nepotismo, clientelismo barato, fisiologismo, fraudes e um país sem ordem, sem lenço nem documento.

Enquanto não acabar com a prática criminosa da reeleição não poderá respirar, ora, a justiça falha, às leis vulneráveis e um povo corrompido trarão de volta os mesmos autores dos delitos para concluir a obra inacabada. Precisamos de administradores, prefeitura não são instituições filantrópicas para ajudar correligionários. É dessa forma que ajudaremos a construir um país melhor exigindo dos gestores trabalho e não subserviência. Avante, ainda dá tempo de construir um país melhor. 

domingo, 21 de junho de 2015

SERÁ QUE O PROBLEMA DAS ELEIÇÕES SÃO AS URNAS OU POVO BRASILEIRO QUE É IRRESPONSÁVEL?

Antes de falar no voto impresso que recentemente foi aprovado no congresso, de autoria do Deputado Federal Jair Bolsonaro, vale lembrar que é uma conquista, em razão da transparência do processo eleitoral. Todavia, é pertinente afirmar categoricamente que não vai combater à corrupção política. O maior problema é a irresponsabilidade de políticos, cabos eleitorais e o cidadão que banaliza o seu voto. A compra de votos fragiliza o Estado Democrático e de direito. Ora, o que o cidadão deve trocar o voto é por uma saúde de qualidade, educação, moradia e o bem-estar da coletividade. Sem contar nas práticas nocivas intituladas de CLIENTELISMO, ASSISTENCIALISMO, FISIOLOGISMO citadas anteriormente neste veículo de comunicação. 

Em face a isso, este blog sugere ao Ministério Público da nossa região a intensificação da Campanha “Voto não tem preço, tem consequência.” O objetivo inicial é percorrer os bairros de nossa cidade mostrando a importância do voto consciente e do dever-cidadão em fortalecer à democracia, através do voto consciente combatendo à corrupção política e, consequentemente a compra de votos. 

Obviamente, a citada campanha serve para todo o país, ora, um país sem miséria é um país sem corrupção e um povo politizado. Pode até parecer utopia, mas, os países que decidiram investir em educação de qualidade formaram cidadãos conscientes. Essa proposta fará com que tenhamos cidadãos e políticos responsáveis, governantes e governados falando a mesma língua. O país que temos está fragilizado e imerso num mar de lamas, o país que queremos depende de todos os cidadãos para soerguer e fazer um país melhor  para todos os brasileiros.

sábado, 25 de abril de 2015

INVERSÃO DE VALORES, O BOM E O MAU PREFEITO!

O prefeito bom e o prefeito ruim: vivemos numa inversão de valores, parte da sociedade não interessa se os serviços da saúde, educação, moradia estejam funcionando. O povo quer mesmo é à política assistencialista. O bom prefeito é aquele que está sempre cercado de babões, que não hesita em desviar recursos da saúde, educação e distribuir com o povo, o velho adágio, "e dando que se recebe." Não se incomoda com sovaqueira, peido, mau hálito, gosta de fuxico, etc. Está preocupado desde o primeiro dia do mandato na reeleição. O mau político é aquele que pensa em administrar, cumprir com seus compromissos, trabalhar, detesta babões e gosta de está cercado de pessoas competentes. Lembrando, vivemos numa sociedade das inversões, não precisa fraudar as urnas, parte da sociedade é vulnerável e faz ponto como prostitutas para vender o voto. Aí depois quer que os políticos sejam sérios? O que temos é apenas o reflexo de uma sociedade corrompida, um é reflexo do outro. 

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

TENHO ORGULHO DE SER BRASILEIRO, MAS VERGONHA DE MUITOS POLÍTICOS CORRUPTOS DESTE PAÍS!

Por que não ter orgulho de um país maravilhoso, de belezas naturais que canta e encanta seus visitantes? Por outro lado há mais motivos para ter vergonha dos maus políticos e cidadãos que corrompem, denigrem e mancha nossa imagem! O que há por trás de tudo isso? Crimes, formação de quadrilha, sucateamento na saúde... O que crime como verdadeiramente ele é!

Como mudar todo esse estado de cleptocracia? (Governo de ladrões) primeiro acabar com areeleição, segundo, ser honesto. Os maus políticos apenas refletem os corrompidos de uma sociedade omissa, conivente e patrimonialista. Tenho orgulho de ser Brasileiro, mas morro de vergonha dessa quadrilha institucionalizada e apadrinhada pelas Leis que protegem os corruptores. Toma vergonha na cara, Brasil! 

domingo, 19 de outubro de 2014

A COMPRA DE VOTOS É NORMAL, MAS É ILEGAL! QUEM DEVERIA FISCALIZAR E DENUNCIAR? A SOCIEDADE!

Nós, Brasileiros não suportamos mais nenhum tipo de corrupção, será? Todos os anos, o crime eleitoral é praticado, em o consentimento da justiça. Ah, é uma prática normal, mas ilegal! Quem deveria fiscalizar? Denunciar? A polícia Federal? Também, mas é necessário que o cidadão denuncie estas más práticas. Quem nasceu primeiro? O ovo ou a galinha? É uma pergunta difícil, parafraseando, de quem é à culpa do eleitor ou do político? Se quisermos transformar este país é necessário mudar de mentalidade. A prática cometida por gestores (com exceções) distribuindo presentes os quatro anos com vista à reeleição é uma política adotada estrategicamente chamada de clientelismo. Por si só já é uma compra de votos. O convite é extensivo a cada cidadão para ajudar a desconstruir essa prática. Os nossos magistrados são sérios, o Ministério público idem, muitos políticos cassados em detrimento da Lei de combate à corrupção política, LEI 9.840/99 mas é preciso que o cidadão denuncie pois imagine a irresponsabilidade sua de vender o voto e contribuir com um indivíduo que continuará corrompendo e enriquecendo ilicitamente? Quem faz o político ser ladrão é seu voto. Eleitores baratos, políticos caros. Votos que custam de 50 a mil reais ou simplesmente algumas pedrinhas de crack! O combate à corrupção começa pelo voto consciente. Voto não tem preço, tem consequência, ajude compartilhando artigos como este com amigos no Facebook, linked-in, Twitter, Google plus, vamos transformar este país? Clique AQUI e leia a cartilha. 

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Hunza, o povo que não envelhece e vive até 120 anos

Imagine você com 85 anos de idade, mas parecendo que tem apenas 45. Seria legal, não? E mulheres que têm filhos depois de idosas sem sofrer nenhum problema com isso, o que acha disso? Parece utopia, conto de fadas? Nada disso! Isso — e muito mais — é normal para os habitantes do Vale de Hunza.
Situado nas montanhas do Himalaia, no extremo norte da Índia, onde se juntam as terras de Caxemira, Índia e Paquistão, o local chamou muita atenção quando, em 1916, alguns ingleses que faziam a atualização do mapeamento da região descobriram este pequenino reino incomum, que logo foi apelidado de “Jardim do Éden” no Planeta Azul.
São apenas 30 mil habitantes em um vale paradisíaco com 2500 mil metros de altitude, nas montanhas do Kush Hindu, que falam um idioma próprio (Burushaski) sem relação com nenhum outro existente.
Os habitantes ganharam fama por ser um povo feliz, simpático, sempre alegre e ativo, em que diversas pessoas vivem tranquilamente com mais de 110 anos de idade — alguns chegam até mais de 120 —, e com um detalhe fundamental: sem sofrer doenças graves nem problemas sérios de saúde — praticamente um milagre nos dias atuais.

Tem explicação?

De acordo com o médico escocês, Dr. Mac Carrisson, que descobriu essa galera por curiosidade e acabou convivendo com eles por sete anos, o segredo da saúde em Hunza está na alimentação de seu povo, sempre a base de cereais integrais, frutas (principalmente o Damasco, considerado sagrado na região), verduras, castanhas, queijo de ovelha e o inusitado pão de Hunza, sempre respeitando uma restrição calórica de 30%.
O pão de Hunza

Porém, com uma diferença: tudo 100% orgânico, sem vitaminas sintéticas (produzidas em laboratórios), assim como os agrotóxicos e adubos químicos, que são extremamente comuns em boa parte do globo e acabam matando o organismo humano ao longo de uma média de 75 anos, o que explica o crescente número de casos de câncer e AVC no planeta.
Além disso, os Hunza só tomam duas refeições por dia, sendo que a primeira acontece só ao meio-dia. Ou seja, eles passam boas horas em jejum, mas nunca parados, agindo como sedentários, e sim com diversas atividades físicas. A carne não é totalmente cortada na dieta, mas é comida apenas em ocasiões especiais, e sempre em pequenas quantidades.
Aliás, é interessante informar a você que qualquer tipo de exercício feito em jejum proporciona os maiores efeitos de indução enzimática das enzimas antioxidantes, SODCu-Zn citoplasmática e a SODMn mitocondrial.

Era um vez um paraíso...

O Vale de Hunza é governado pelo rei Jaman Khan, um monarca que adora mergulhar em montanhas de dinheiro e acabou deixando que ingleses e americanos fossem para lá a partir da década de 20, iniciando a destruição deste paraíso na Terra.
Com isso, a criançada largou boa parte dos velhos costumes e passou a comer hambúrguer freneticamente, tomar Coca-Cola e se preocupar com formação acadêmica tradicional, se tornando apenas um “gado da matrix”. Atualmente, existem diversas escolas inglesas nos vilarejos de Hunza, como Chapursan, Tajik ou Sust, onde as crianças aprendem a serem “civilizadas” pela máquina do sistema.
Sendo assim, os jovens passaram a morrer mais cedo de umas décadas para cá, com apenas 70 ou 80 anos em média. Hoje em dia, são bem poucas as famílias que ainda mantém a tradição original de longevidade que marcou o povo de Hunza durante sua história, infelizmente.

domingo, 23 de junho de 2013

CIDADÃO CALANGO



Durante muito tempo a sociedade Brasileira era sinônimo de tolerante e passiva e de certo conivente, uma mistura danosa de corruptores e corrompidos. Compará-lo a um calango é um réptil que levanta e balança a cabeça. Os reflexos da ditadura ensinaram o povo a duas coisas: pedir e obedecer. Questionar jamais!

De repente os calangos, além de levantar e baixar suas cabeças começaram a ficar inquietos e desobedecer ao desgoverno que instalou neste país. Aprendamos que não somos obrigado a copiar, colar, curtir e compartilhar ideias que não sejam nossas, que vem de cima para baixo, de outros países. Mas que aprendamos que o Gigante Adormecido que acordou não pode simplesmente, por um grupo pequeno destruir parte da história, incentivar violência, por que o maior protesto deve sair das ruas para as urnas. O cidadão calango precisa entender que estamos sucumbidos neste capitalismo selvagem. Que seja difundido nos protestos a "Campanha Voto não tem preço, tem consequência por que as eleições não acabaram." É preciso que haja uma responsabilidade recíproca entre Governo e Sociedade na construção de um país melhor para todos os Brasileiros. Cidadão calango são os desinformados, gananciosos e alienados, pasmem o quadro está mudando. 

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ministro Orlando Silva dá o seu último adeus....


Em boa hora, e já vai tarde o ministro Olando Silva dá o seu último adeus e deixa o governo Dilma, e desculpe a redundância, deixa-nos perplexos e de cabelo em pé com tanta corrupção. Tive uma tristeza ao ver o Brasil entregar a copa de 1998 em troca do mundial que realizar-se-á em 2014, pois começo a duvidar do êxito da realização do referido evento, do qual enchi os olhos de lágrimas quando ví o então presidente Lula anunciar que o Brasil seria Sede. 

Não obstante, os últimos fatos deixou-me estarrecido e chateado com tanta roupa suja nos ministérios, com um presidente da CBF que dispensa comentários e com alguns desmandos na política nacional que entristece e emporcalha a nação, a podridão, a fendentina, a pocilga. 

Passa o vassourão, presidenta, ainda existem coronéis que envergonham essa nação e sei que V.Exª é uma mulher dígna e que honra o nome que tem, lugar de bandidos, de quem comete tais atos de corrupção é atrás das grades. 

Será possível que o Brasil irá decepcionar-nos diante do mega evento que é a copa? Atrasos, suspeita de fraudes em licitações, cria vergonha Brasil.

Ser honesto é uma questão de princípios, e isso macula, doe na alma saber que todos os dias escutamos murmúrios de desvios de milhões? E existem milhões de famintos, de gente precisando de saúde pública e educação de qualidade, que país é este? O movimento ficha limpa está aí, o portal da transparência está aí e somos responsáveis diretos, pois votamos de bom grado, e quantos mais não veremos com o nome estampado nos blogs e redes sociais? 

Enquanto cidadão registro o meu repúdio e meu pesar, pois a política nacional está mais uma vez de luto. Deixe o seu comentário, ou melhor o seu repúdio, mais por favor se identifique e não use palavra de baixo calão, digo, de baixo nível.