BOO-BOX

domingo, 15 de janeiro de 2017

Vídeo de suicídio de menina de 12 anos ‘viraliza’ nos EUA

Vídeo de suicídio de menina de 12 anos ‘viraliza’ nos EUAUma menina de 12 anos transmitiu ao vivo seu suicídio em um povoado do estado da Geórgia, no sudeste dos Estados Unidos. Dias depois, o vídeo deu a volta ao mundo, ante a impotência da polícia local.
Katelyn Nicole Davis, de Cedartown, no norte da Geórgia, publicou em 30 de dezembro um vídeo de cerca de 40 minutos no qual coloca o telefone celular em um ponto fixo em um jardim, amarra uma corda em uma árvore e se despede dos amigos e da família diante da câmera.
Bem maquiada e vestida com uma blusa branca e calça jeans, Katelyn diz, entre lágrimas: “Sinto muito não ser bonita o suficiente. Sinto muito por tudo. Eu realmente sinto muito. Mas não posso”.
Depois, coloca a corda em volta do pescoço e se pendura.
A conta de YouTube de Katelyn foi apagada, mas com o passar dos dias a circulação do vídeo foi aumentando. Partes das imagens são reproduzidas por youtubers que comentam o caso, e o fragmento no qual Katelyn se pendura é publicado em site mórbidos.
O chefe da polícia do condado de Polk, Kenny Dodd, disse ao canal local Fox 5 que, embora tenha recebido uma avalanche de mensagens de todas as partes do mundo pedindo que apague o vídeo da internet, ele não pode deter sua viralização.
“Queremos tirá-lo (da internet) tanto quando qualquer um da família, e também porque pode ser prejudicial para outras crianças”, disse Dodd em uma entrevista na quarta-feira.
“Contatamos alguns dos sites. Eles perguntaram se têm de removê-lo, e pela lei eles não são obrigados. Mas é uma questão de decência básica, na minha opinião”, acrescentou.
O jornal local Rome News Tribune informou que a menina disse em um vídeo de 27 de dezembro que um membro da sua família abusava sexualmente dela. Este vídeo também foi excluído.
Contatada pela AFP, a polícia de Polk se negou a dar mais detalhes sobre o caso.
Fonte: ISTO É

JOVENS ORIENTADORES FORTALECERÁ O TURISMO RELIGIOSO E O PROJETO GEOPARQUE SERIDÓ!

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentadoORIENTADORES DE TURISMO, projeto que vai fortalecer com foco no turismo religioso do município de Carna´bua dos Dantas. A prefeitura municipal de Carnaúba dos Dantas, através da secretaria de turismo, esporte e cultura se reunião com jovens do município de Carnaúba dos Dantas. O objetivo principal será ações de fomento ao incentivo de desenvolver o turismo religioso e apoiar o projeto Geoparque Seridó. Além de tudo isso, desenvolve políticas públicas de prevenção às drogas e incentivo aos nossos jovens desenvolvendo ações e projetos de capacitação aos mesmos.

MATÉRIA EXCLUSIVA DO BLOG A VOZ DO POVO!

Briga entre facções rivais deixa mortos no maior presídio do RN

  • Presos fizeram rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, maior presídio do RN
    Presos fizeram rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, maior presídio do RN
O Governo do Rio Grande do Norte confirmou na noite deste sábado (14) que pelo menos dez presos foram assassinados durante uma briga entre facções criminosas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal (RN), que começou durante a tarde. Não há registro de fugas ou reféns.
No início da noite, a Coape (Coordenação de Administração Penitenciária) havia confirmado a decapitação de três presos depois de ver imagens divulgadas pela polícia nas quais podiam ser vistas três cabeças jogadas na área externa da unidade prisional. Os presos mortos ainda não foram identificados.
"Deu para ver que eles [os presos] jogaram três cabeças para fora dos pavilhões, mas a polícia ainda não conseguiu entrar na unidade prisional", disse o coordenador de administração penitenciária do Rio Grande do Norte, Zemilton Silva.
Segundo o governo do RN, a rebelião começou por volta das 17h (18h no horário de Brasília), quando presos do pavilhão 5, chamado de Presídio Rogério Madruga Coutinho, invadiram o pavilhão 4 para matar rivais. A rebelião não atingiu os pavilhões 1, 2 e 3.

DISPAROS DE TIROS SÃO OUVIDOS DURANTE REBELIÃO NO RN

O Bope (Batalhão de Operações Especiais) estava no local tentando controlar a situação, mas o plano foi não entrar no presídio durante a noite, pela falta de visibilidade, que poderia por em risco a operação.
O presídio ficou cercado de policiais para evitar fugas e a área externa de Alcaçuz estava controlada por policiais militares e agentes penitenciários.
Por volta das 6h (7h em Brasília), a PM (Polícia Militar) entrou no complexo penitenciário.
Familiares de detentos aguardam notícias do lado de fora. 

Superlotação

Maior presídio do Estado, Alcaçuz está superlotada. Com capacidade para 620 internos, conta atualmente com cerca de 1.200 presos.
A penitenciária custodia presos das facções criminosas Sindicato do Crime do RN e PCC (Primeiro Comando da Capital). A presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN, Vilma Batista, disse que os presos são separados por facção criminosa em Alcaçuz -- os integrantes do Sindicato do Crime do RN estão nos pavilhões 1, 2, 3 e 4, enquanto o pavilhão 5 é destinado aos integrantes do PCC.
O sistema penitenciário do Rio Grande do Norte enfrenta uma crise na segurança desde o ano passado. O domínio de facções criminosas que agem dentro e fora das unidades prisionais se intensificou desde março de 2015, quando os presos organizaram uma onda de rebeliões, depredaram as celas e ficaram soltos, todos misturados, nos pavilhões dos presídios do Estado.
Os 16 presídios que foram depredados continuam em obras inacabáveis por conta da constante depredação dos presos. O Estado já gastou R$ 7,3 milhões dos R$ 15 milhões orçados para recuperação das unidades prisionais. As reformas deveriam ser concluídas até outubro do ano passado.
Em agosto do ano passado, presos do PEP (Presídio Estadual de Parnamirim) se rebelaram e organizaram uma série de ataques criminosos em Natal e cidades do interior do Estado depois que tiveram o sinal de telefone celular bloqueado. As lideranças dos ataques são facção criminosa Sindicato do Crime do RN. A série de ataques incendiou 32 ônibus em todo o Estado.

Ajuda

O governo do RN informou que pediu para que o Governo Federal acompanhe a situação do Estado e mande reforço da Força Nacional, "o que foi autorizado prontamente", diz nota.
O Sindicato dos Policiais Civis do RN pediu para que os policiais fiquem em alerta para trabalhar contra uma suposta onda de ataques em Natal ordenada por presos. "Existem informações vindas de presídios dando conta de um salve geral dos presos no Rio Grande do Norte e em outros Estados", destacou o presidente do Sinpol, Paulo César de Macedo.
Apesar do alerta, o governo do RN informou não haver registro de nenhuma ação externa aos presídios.

sábado, 14 de janeiro de 2017

Itamaraty acompanha brasileira presa nas Filipinas por tráfico de drogas



Ver as imagens

O Ministério das Relações Exteriores informou hoje (14) que está acompanhando o caso da brasileira Yasmin Fernandes Silva, 20 anos, presa em outubro do ano passado, em Manila, capital das Filipinas, por tráfico internacional de drogas. Segundo o Itamaraty, a embaixada brasileira colocou um advogado para dar assistência jurídica a Yasmin.
De acordo com informações da Agência de Combate ao Tráfico do governo filipino, a brasileira foi presa no aeroporto internacional de Manila quando tentava entrar no país com aproximadamente seis quilos de cocaína. A droga estava escondida em um travesseiro. Segundo as autoridades locais, ela saiu de São Paulo e chegou ao país em um voo de Dubai, nos Emirados Árabes.
A prisão da brasileira coincide com a discussão sobre a volta da aplicação da pena morte para condenados por tráfico de drogas, estupro e homicídio nas Filipinas. Embora tenha sido abolida em 2006, a pena de morte é defendida pelo presidente Rodrigo Duterte, que prometeu cumprir a medida, uma de suas promessa de campanha.
Fonte: 
André Richter - Repórter da Agência Brasil

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

PODEREMOS TER TEMPO CHUVOSO A PARTIR DE SEGUNDA, CONFIRA A PREVISÃO VIA CLIMATEMPO!


No oeste da BA há previsão de chuva a qualquer hora do dia. No litoral norte da BA, em SE, AL, PE, PB, RN e no CE, há previsão de sol forte, tempo seco e quente. Nas demais áreas da Região chove a partir da tarde.
Tempo continua firme, sem chuvas, de acordo com o site CLIMATEMPO a partir de domingo começa a mudar. Vamos esperar que tenhamos um ano regular de inverno para encher os reservatórios e fartura de milho e feijão. 
Fonte: CLIMA TEMPO

Dr. Tiago atenderá em Carnaúba dos Dantas!

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e área internaO município de Carnaúba dos Dantas terá o reforço do ortopedista Dr. Tiago Almeida. A notícia foi veiculada durante o programa de rádio na 93 FM ao locutor Juquinha. O renomado médico confirmou aos microfones ao vice-prefeito Araidson Simões disse que Carnaúba pode contar com seus serviços. E o melhor, não custará nenhum centavo aos cofres públicos. 


Não deixe de visitar o Musel do Lajedo de Soledade em Apodi.

Museu do Lajedo de Soledade, em Apodi/RN. 

Sobre o Museu: 

Resultado de imagem para PRAÇA EDUARDO TARGINO - SOLEDADE APODI
Praça Eduardo Targino, local onde localiza-se o Museu de Soledade. Foto: Jotta Maria, junho de 2013. 

Museu Rural de Soledade foi fundado em 13 de janeiro de 1993 com ajuda da  PETROBRÁS, sendo atualmente mantido pela FALS(Fundação dos Amigos do Lajedo de Soledade). O Museu fica localizado na Praça Eduardo Targino, centro do Distrito de Soledade, no municipio de Apodi, na mesorregião Oeste Potiguar do Rio Grande do Norte. 

A visita ao museu proporciona um bom conhecimento de geologia, reunindo um  rico acervo de fósseis de animais primitivos que por ali viveram a milhares de anos, que foram encontrado no Lajedo de Soledade, um dos sítios arqueológicos mais importantes do país.

Museu abriga ainda em suas instalações utensílios de pedras utilizados pelos primeiros habitantes da região, os índios Tapuias Paiacus, possui um  amplo salão de exposições sobre as pesquisas realizadas na área, como também a história do Lajedo de Soledade e de pessoas que contribuíram para a sua preservação.
Sobre a FALS 
Símbolo da FALS

A Fundação dos Amigos do Lajedo de Soledade(FALS) foi criada em 1991, fundação mantenedora do Museu de Soledade, entidade jurídica que cuida do patrimônio histórico do Lajedo de Soledade. A Fundação é sediada no próprio Museu sendo responsável por  deliberar sobre vários assuntos concernentes ao funcionamento e continuidade do trabalho que a importante entidade realiza no Distrito de Soledade,  na zona rural do município de Apodi, no oeste do estado. A FALS é responsável por administrar o Museu Rural, o Sítio Arquelógico de Lajedo, a CAL(Centro de Atividades do Lajedo) e  ainda o  poço tubular comunitário que abastece o Distrito.
Placa de inauguração do Museu no ano de 1993,  contendo a primeira Diretoria da FALS 

Não podemos deixar de citar ainda a figura da grande escritora, historiadora e advogada apodiense Maria Auxiliadora da Silva Maia, carinhosamente conhecida por "Dodora Maia", uma das principais incentivadoras pelas criação da FALS, sendo inclusive uma dos sócios-fundadores, sendo sempre lembrada por todos os presidentes que a sucederam na Diretoria da entidade, pelos  seus relevantes serviços prestados para o Distrito de Soledade.

Diretoria - Os membros são eleitos  para um mandato de quatro anos 
A atual Diretoria da Fundação  é composta da seguinte forma: 

Presidente: Claudio Sena 
Vice-Presidente: José Inácio Targino 
1º Secretário: Airton Tenório 
2º Secretário: Josenias Freitas 
1º Tesoureiro: Expedito Targino 
2º Tesoureiro: Dorivan Gurgel 

Membros do Conselho Fiscal: 
Xavier Sena 
Zacarias Targino 
Rivonaldo Costa 

Suplente: 
Otacílio Reinaldo 

Conselho Científico 
Valdecir 
Cleber Porpino 

Diretoria eleita em 27 de fevereiro de 2016 
Mandato - 1º de março de 2016  a 1º de março de 2019 


Presidentes da FALS: 
Maria Auxiliadora da Silva Maia(Dodora Maia) - Sócia-fundadora
Adailton Targino - 2011 a 2013
Expedito Targino - 2013 a 2016 
Claudio Sena - 2016 a 2019
Visitas

O Museu Arqueológico de Soledade pode ser visitado de terças a domingo, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.
Telefone para contato: (84) 3333 1017

Mais fotos do Museu: 












 Para saber mais a respeito do Lajedo de Soledade,  clique aqui  para ler a matéria do Tudo de Apodi. 


Fontes de consulta: Blog do Josenias Freitas
Portal Terras Potiguares News - Pesquisador Jotta Maria 


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

CARNAUBENSES ESTÃO INSATISFEITO COM A OPERADORA OI!

Resultado de imagem para OIA Operadora OI vem causando ira por parte dos (des) serviços prestados em Carnaúba dos Dantas. Linha cruzada, ligação que desliga, congestionamento e, recentemente, técnicos da citada operadora estiveram no município. Entretanto, o sinal é de péssima qualidade, total desrespeito ao consumidor e estamos à mercê da inoperância. Esperando que outra operadora venha ser instalada para servir de concorrência, a que temos não atende as demandas do município. Compartilhe com amigos. 

PASSO A PASSO COMO DENUNCIAR A OPERADORA:

É comum ler e ouvir relatos de usuários indignados com a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel. Embora a manifestação seja um direito de expressão legítimo e em certos casos até surta efeito, a Anatel recomenda que o cliente adote o passo a passo a seguir. Confira!

1) Antes de mais nada, tente conversar com sua operadora. Anote e guarde sempre o protocolo de atendimento que ela lhe fornecer. 

A sua operadora é obrigada a lhe fornecer qualquer informação sobre o serviço que você contratou. Também é obrigada a resolver os problemas técnicos ou de cobrança que possam ocorrer – e têm prazos para fazer isso. Exija e anote o número do protocolo de atendimento da sua operadora. Ele é a prova de que a operadora sabe de seu problema e lhe deve uma resposta. 

2) Se a operadora não responder, ou se a resposta não for adequada, entre em contato com a Anatel. Anote e guarde o número que lhe será fornecido. 

Quando ligar para a Anatel, tenha em mãos o número de protocolo da operadora. Você pode entrar em contato com a Anatel pela internet (clique aqui para acessar o link), pela Central de Atendimento Telefônico, no número 1331 (ou 1332, para deficientes auditivos); ou pessoalmente, nas agencias de atendimento da Anatel. 

3) Aguarde e acompanhe o prazo de cinco dias úteis para resposta. 

Assim que recebe sua reclamação, a Anatel a encaminha para a sua operadora de serviços, que terá cinco dias úteis para dar uma resposta ou solução. Será a operadora, e não a Anatel, quem irá lhe responder. Você pode acompanhar o andamento da solicitação pela internet, no site da Anatel, ou ligando para o 1331. 

4) A operadora não respondeu ou a resposta não foi adequada? Volte a entrar em contato com a agência.

Se, após cinco dias úteis você não receber uma resposta de sua operadora, entre em contato com os mesmos canais de atendimento da Anatel para reiterar sua reclamação. Caso a operadora tenha respondido, mas a resposta não tiver sido adequada, você tem o prazo de até 15 dias úteis (contados a partir da resposta) para voltar a entrar em contato com a Anatel e solicitar a reabertura da reclamação original. 

As informações coletadas pela Anatel são usadas para Calcular e divulgar o Ranking das Operadoras, que possibilita à sociedade conhecer e comparar as empresas que melhor atendem às demandas do consumidor. 

Assim a Anatel também identifica os principais problemas das operadoras e atuar de forma preventiva ou mesmo aprimorar as regras existentes e realiza quando necessário, ações de fiscalização e de acompanhamento e controle, que podem resultar em multas contra as operadoras, medidas cautelares ou celebrações de termos de ajustamento de conduta.

Via: Anatel / Olhar digital

Mensalão mineiro volta à pauta e assombra o senador Aécio Neves

Após prestar depoimento à Polícia Federal sobre o ‘mensalão tucano’, Aécio Neves foi também citado em outro escândalo. A Lista de Furnas

Por Redação – de Belo Horizonte e Brasília
Alvo de denúncias, vazamentos, suspeitas e indiciações em crimes como receptação de propina, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, o presidente nacional do PSDB e candidato derrotado à Presidência da República, em 2014, senador Aécio Neves (MG), volta à linha de tiro da Justiça. Ele integra o processo conhecido como ‘mensalão tucano’.
Nesta quinta-feira, publicada a decisão no Diário Oficial da Justiça, o ex-governador mineiro Eduardo Azeredo teve seus bens bloqueados.
Líder nacional do PSDB, o senador Aécio Neves foi, novamente, citado como beneficiário de um esquema de corrupção em Furnas
Líder nacional do PSDB, o senador Aécio Neves foi, novamente, citado como beneficiário de um esquema de corrupção em Furnas
Azeredo responde à ação de improbidade administrativa referente ao repasse de R$ 3 milhões para agências de publicidade. As empresas que receberam os valores pertenciam a Marcos Valério de Souza. Trata-se do réu, condenado no julgamento da Ação Penal 470 do Supremo Tribunal Federal (STF), a perto de 50 anos de cadeia.
Valério recebeu os valores desviados de estatais mineiras, para viabilizar economicamente o governo de Azeredo.
A sentença do desembargador Jair Varão, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça mineira, está embasada na acusação da Procuradoria-Geral da República (PGR). Os procuradores encontraram indícios suficientes para sustentar a denúncia. Esta versa sobre o esquema de arrecadação ilegal de recursos para a campanha de reeleição de Azeredo, em 1998.
No mesmo processo, Neves figura como suspeito de integrar o esquema.

Aécio e o esquema

Varão atendeu a um recurso do Ministério Público Federal. O ato jurídico era contra uma sentença do juiz de primeira instância Adriano de Mesquita Carneiro, da 5.ª Vara de Fazenda Pública e Autarquias. Esta determinou o bloqueio de bens de Marcos Valério, do ex-senador e ex-vice-governador de Minas, Clésio Andrade (PMDB). Há, ainda, outros oito investigados no mensalão mineiro.
Em sua decisão, o desembargador aponta que Azeredo foi “o maior beneficiário da campanha eleitoral”. O magistrado não crê que Azeredo, já “ocupante do cargo de governador do Estado à época, não estava a par da origem dos recursos destinados à sua própria campanha eleitoral”.
O advogado Castellar Guimarães Neto, que defende Azeredo, afirmou não haverem indícios de irregularidades e que no julgamento do mérito da ação, os desembargadores confirmem a decisão do juiz de peimrra instância que manteve o tucano fora da ação de improbidade.
Azeredo já foi condenado anteriormente a 20 anos e dez meses de prisão em ação penal do ‘mensalão mineiro’. Foi considerado culpado pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Mas recorre da sentença, em liberdade.

Delação premiada

Aécio segue presente também na delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral. No documento, de 254 páginas, Neves é citado 17 vezes. A principal acusação feita por Amaral contra o senador mineiro envolve ainda um desdobramento do ‘mensalão tucano’.
Trata-se da lista de Furnas, divulgada em 2006. O texto traz uma relação de 156 políticos que, nas eleições de 2002, teriam recebido dinheiro de caixa 2 da Furnas Centrais Elétricas. É a empresa de capital misto subsidiária da Eletrobras, com participação acionária do governo mineiroi.
No depoimento de Amaral aos procuradores da força-tarefa, “um dos beneficiários dos valores ilícitos (de Furnas), sem dúvida, foi Aécio Neves”. Calcula-se que R$ 5,5 milhões tenham irrigado sua campanha para o Governo de Minas. O ex-senador também acusa o tucano de ter agido para atrasar investigações da CPI dos Correios, de 2005.
Neves já foi chamado a depor sobre a acusação, que visa elucidar o mensalão tucano, até então apontado como o embrião do mensalão petista.
Amaral também destacou em sua delação os laços de amizade entre Aécio e o presidente de Furnas, suposto operador do esquema de corrupção. Revela, assim, uma indicação a mais na evidência que o tucano recebeu dinheiro ilícito. “Dimas (Toledo, então presidente de Furnas( possui vínculo muito forte com Aécio Neves”, disse Amaral, em juízo.

‘Roubando muito’

Delcídio Amaral lembrou que, durante uma viagem a Campinas à bordo do avião presidencial, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva indagou-lhe sobre quem era Dimas. “É um profissional do setor elétrico, por que o senhor quer saber?”, teria respondido o então senador petista.
Na sequência, Lula disse que “o Janene (José Janene, ex-líder do PP na Câmara, morto em 2010) veio me pedir pela permanência dele. Depois o Aécio e até o PT, que era contra, já virou a favor da permanência. (Dimas) Deve estar roubando muito!”.
Na interpretação de Amaral, a frase de Lula indica que “seria necessário muito dinheiro para manter três grandes frentes de pagamentos (de propina) a três partidos”.
Além da lista de Furnas, o ex-senador implica Aécio Neves em um esquema para abafar a divulgação dos dados do Banco Rural. À época da CPI dos Correios, em 2005, o banco foi citado. Integraria o objetivo de ocultar “que a gênese do mensalão teria ocorrido em Minas Gerais”, diz trecho da delação.

Mensalão tucano

O chamado ‘mensalão tucano’ foi um esquema de corrupção. Nele, o qual o Banco Rural financiava, de forma fraudulenta, a campanha de Eduardo Azeredo (PSDB) nas eleições de MG em 1998.
Durante a CPI, Amaral era presidente da comissão, que havia aprovado a quebra do sigilo do banco.
“Curiosamente, quando foi feito este pedido de quebra dos sigilos do Banco Rural começou a surgir um certo incômodo por parte do PSDB”. O trecho consta da delação premiada. Mais à frente, ele afirma que “o então governador Aécio Neves era uma dessas pessoas incomodadas com essa quebra (…). Aécio Neves enviou emissários para que os prazos de entrega das quebras de sigilo fossem delongados”.
A desculpa apresentada pelo tucano foi a de que “não haveria tempo hábil para preparar essas respostas”.

Paraíso fiscal

Amaral também afirma ter ouvido de Janene que “Aécio Neves era beneficiário de uma fundação sediada em um paraíso fiscal, da qual ele seria dono ou controlador de fato”. O ex-petista prossegue, dizendo que a empresa seria sediada num paraíso fiscal de Liechtenstein, e estaria em nome de Aécio ou de sua mãe.
“Essa operação financeira teria sido estruturada por um doleiro do Rio de Janeiro”, diz o senador na delação, fazendo a ressalva de que “não sabe afirmar se há relação entre essa fundação e o mensalão mineiro ou a maquiagem do Banco Rural” disse Amaral, em depoimento a que teve acessa a reportagem do Correio do Brasil.
Aécio Neves classificou as citações, em nota, como mentirosas “que não se sustentam na realidade e se referem apenas a ‘ouvir dizer’ de terceiros”. E que “o PSDB não atuou na CPI dos Correios com o objetivo de proteger ninguém”. O texto também afirma que a Lista de Furnas “é falsa”.
Leia, adiante, a íntegra da nota do senador, expedida após as denúncias feitas em março do ano passado:
O senador Delcídio do Amaral citou o nome do senador Aécio Neves em três circunstâncias, todas elas falsas: São citações mentirosas que não se sustentam na realidade e se referem apenas a “ouvir dizer” de terceiros.
1 – Delcídio do Amaral se refere a uma fundação que a mãe do senador planejou criar no exterior. Trata-se de assunto requentado já amplamente divulgado nas redes petistas na internet e, inclusive, já investigado e arquivado pela Justiça e pelo Ministério Público Federal há vários anos.
O assunto em questão foi devidamente analisado e arquivado, há mais de cinco anos, em 2010. O arquivamento ocorreu após a Justiça Federal e o MPF do Rio de Janeiro constatarem a inexistência irregularidades. Não houve sequer abertura de ação penal.
Ano passado, membros do PT reuniram material divulgado na internet e voltaram a apresentar a mesma falsa denúncia à Procuradoria Geral da República. Após o fornecimento das informações, o assunto foi novamente arquivado. Desta vez pela PGR, mais uma vez constada a inexistência de qualquer irregularidade.

Contato

Em 2001, a mãe do senador Aécio Neves cogitou vender alguns imóveis e aplicar os recursos no exterior. No entanto, o projeto foi suspenso em função da doença do marido dela. E a fundação não chegou a ser implementada de fato.
Para o projeto, ela buscou a assessoria de um profissional que havia sido durante anos representante oficial de instituição financeira internacional, legalmente constituída no Brasil, sr. Norbert Muller. À época do contato, não existia qualquer razão para se duvidar da idoneidade profissional do representante.
Durante os seis anos em que o projeto ficou em suspenso (período entre assinatura dos primeiros documentos e o cancelamento definitivo do projeto, em 2007, em função do agravamento do estado de saúde de seu marido), a responsável fez dois pagamentos, em moeda nacional, e no Brasil, ao sr.
Muller, referentes a despesas cobradas por ele. Esses valores corresponderam a uma média anual de cerca de US$ 5 mil.

Imposto de Renda

Esses valores foram transferidos pelo representante para uma conta e corresponderam à totalidade dos depósitos realizados que foram integralmente consumidos em pagamentos de taxas e honorários. A conta nunca foi movimentada.
A criação da fundação foi devidamente declarada no Imposto de Renda da titular.
2 – Sobre a menção ao nome do senador Aécio com relação a Furnas, Delcídio repete o que vem sendo amplamente disseminado há anos pelo PT que tenta criar falsas acusações envolvendo nomes da oposição.
É curioso observar a contradição na fala do delator já que ao mesmo tempo em que ele diz que a lista de Furnas é falsa, ele afirma que houve recursos destinados a políticos.
3 – O delator relaciona o nome do senador Aécio ao Banco Rural no contexto da CPMI dos Correios. O senador jamais tratou com o delator Delcídio de nenhum assunto referente à CPMI dos Correios. Também jamais pediu a ninguém que o fizesse.

Investigações

Nunca manteve qualquer relação com o Banco Rural, teve conta corrente na instituição ou solicitou empréstimos.
É fácil demonstrar que o PSDB não atuou na CPMI dos Correios com o objetivo de proteger ninguém. Pelo contrário, pode ser comprovado o posicionamento do PSDB na CPMI em favor do aprofundamento das investigações de todas as denúncias feitas durante os trabalhos da Comissão, incluindo aquelas relacionadas a nomes de integrantes do partido.
Clique aqui para acessar  cópia da nota divulgada à época sobre o relatório final dos trabalhos da CPMI dos Correios, no qual é sugerido o indiciamento de integrantes do PSDB envolvidos.
Por fim, e ainda sobre esse assunto, é fácil demonstrar que Delcídio do Amaral não está falando a verdade. Ele diz que foi a Minas tratar com o então governador Aécio de assunto referente à CPMI. É mentira. O relatório final da CPMI data de abril de 2006. E a viagem de Delcídio a Minas ocorreu dois meses depois, no dia 7 de junho de 2006.
O que demonstra que ele não poderia ter tratado de assunto da CPMI já encerrada. Na verdade, o encontro ocorrido foi a pedido dele para tratar do apoio partidário a seu nome nas eleições estaduais, em 2006, quando ele pretendia ser candidato no Mato Grosso do Sul.
Assessoria de Imprensa do Senador Aécio Neves

Ministro Ricardo Barros visitará quatro unidades de Saúde em Mossoró nesta quinta-feira


O ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), cumprirá agenda em Mossoró, no Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (12), a convite do deputado federal Beto Rosado (PP). Também acompanharão a visita o governador Robinson Faria (PSD) e a prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Após mudança na agenda, ficaram definidas visitas a quatro unidades de Saúde.

Às 8h, o ministro visitará a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Raimundo Benjamim Franco, no bairro Belo Horizonte. Em seguida, concederá entrevista coletiva à imprensa, ainda no local. A partir das 9h, Barros conhecerá as instalações do Hospital Regional Tarcísio Maia.

O terceiro compromisso da comitiva ministerial será às 10h, no Centro Regional de Saúde (USARP), no bairro Nova Betânia. A última visita será à Clínica de Reabilitação Integrada (CRI), localizada no mesmo bairro, às 11h.

Para finalizar a agenda administrativa, Ricardo Barros fará uma reunião com prefeitos e secretários de Saúde do Rio Grande do Norte, no Teatro Dix-Huit Rosado, às 11h50, que terá como tema “Reflexão sobre as ações em Saúde”.
  
As unidades que serão visitadas receberam recursos federais indicados por Beto Rosado, por meio de emendas ou reivindicações. O deputado destacou que o momento será importante para firmar compromissos de ações do Governo Federal com os gestores potiguares. 

PREFEITO GILSON DANTAS FOI RECEBIDO PELA SUPERINTENDÊNCIA DE NEGÓCIOS, VAREJOS DO RN DO BANCO DO BRASIL!

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna


O Prefeito Municipal, Gilson Dantas, foi recebido essa manha (11) pela Superintendência de Negócios Varejo do RN, do Banco do Brasil. 
#PrefeituradeCarnauba estará analisando junto ao Banco do Brasil, a possibilidade de ceder um espaço provisório para atendimentos negociáveis, enquanto a agência não reabrir. Também é importante frisar que a população evite está movimentando dinheiro em espécie pela cidade. "Para isso, é importante o comércio local dispor de outros meios de pagamento, seria mais seguro para todos, pontua o Superintendente Estadual Ronaldo Oliveira". 
O Prefeito, reconhece tal importância e se reunirá com comerciantes da cidade para discussão sobre o assunto e planejar a criação de um Conselho Municipal de Segurança. 
Participaram da reunião outras autoridades, como o Prefeito Municipal de Lagoa Nova, Luciano, e Gledson Macêdo, representante do Deputado Federal Walter Alves. 

ASCOM PREFEITURA DE C. DOS DANTAS

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

INFORMES PREFEITURA C. DOS DANTAS: Perfuração de poços, parcerias de cursos profissionalizantes e muito mais

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas, tabela e área interna

No intuito de melhorar as condições de desenvolvimento das famílias das comunidades Ramada e Carnaúba de baixo, a#PrefeituradeCarnauba lança requerimento e se reúne no DNOCS - Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, solicitando a perfuração de mais 2 (dois) poços tubulares nas imediações. Tendo em vista que a estrutura física encontra-se pronta e devido a grande seca que vivemos, o poço que já atende ao Sistema Simplificado de água não está suprindo a demanda das comunidades. 

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas

Em Natal, buscando Informações para dar continuidade a obra de ampliação da rede de abastecimento de água, que levará água para os Conjuntos, seu Anisio e Santa Rita, a#PrefeituradeCarnauba continuará o trabalho em parceria com o Governo do estado através da CAERN.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas, tabela e área interna

#PrefeituradeCarnauba busca parcerias com o @senac_rn através da Gerência de Relacionamento com o cliente, para capacitações em diversas áreas. Visando que essa é uma das empresas de excelência no seguimento de Qualificação Profissional. Para valorizar e enaltecer o pequeno empreendedor, e a população que queira desenvolver aptidões para gerar renda. 

VIA ASCOM PMCDANTAS